Greve dos caminhoneiros em 2018 teve estradas bloqueadas
Marcelo Pinto/APlateia 23.05.2018
Greve dos caminhoneiros em 2018 teve estradas bloqueadas

A greve dos caminhoneiros , iniciada nesta segunda-feira (1º), tem mobilização pequena até agora, e esse cenário dificilmente deve mudar após decisão da ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), negando pedido dos caminhoneiros para que seja permitido bloquear estradas como forma de protesto .

O governo federal conseguiu 29 liminares em 20 estados brasileiros que previam multas e punições a quem bloqueasse vias. A Associação Brasileira dos Condutores de Veículos Automotores (Abrava) tentou derrubar essas proibições, mas o pedido foi rejeitado pelo STF.

Em uma das liminares contra os bloqueios nas estradas, concedida em São Paulo, o juiz Paulo Alberto Sarno determinou uma multa diária de R$ 10 mil para pessoa física e R$ 100 mil para pessoa jurídica que desrespeitar a decisão.

Líderes dos caminhoneiros afirmavam nesta segunda-feira que a categoria está de greve, mesmo sem bloqueios. Eles protestam principalmente contra a Política de Preços de Paridade de Importação da Petrobras e o consequente aumento nos preços do diesel. Neste ano, o combustível já acumula alta de 65%. A gasolina subiu ainda mais, 73% .

De acordo com o Ministério da Infraestrutura, não havia registros de bloqueio parcial ou total de rodovias federais até o início da noite desta segunda . Com a decisão de Cármen Lúcia, os bloqueios nas vias seguem proibidos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários