ONS suspende programa que incentivava grandes consumidores a reduzirem consumo de energia elétrica, em troca de compensação financeira
Redação 1Bilhão Educação Financeira
ONS suspende programa que incentivava grandes consumidores a reduzirem consumo de energia elétrica, em troca de compensação financeira

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) decidiu suspender o programa que incentivava as indústrias a reduzirem o consumo de energia elétrica  em troca de compensação financeira. Segundo um comunicado divulgado na última sexta-feira (5), a decisão se deu pela "melhora das condições hidroenergéticas, a efetividade das ações emergenciais e a garantia de suprimento de energia em 2021".

A última previsão do ONS aponta que os reservatórios das hidrelétricas das regiões Sudeste e Centro-Oeste, que respondem por mais da metade da geração de energia elétrica do Brasil, devem fechar novembro com 18,7% da capacidade . A estimativa anterior era de que esse nível fosse de 10%.

A iniciativa voltada às indústrias teve início em setembro, com previsão de duração até abril de 2022. O objetivo era evitar o risco de sobrecarga do sistema elétrico, dado pela crise energética, com as principais hidrelétricas do país operando em níveis baixíssimos

O Operador informou que recebeu das indústrias uma oferta de redução de 442 megawatts-médios por hora (MWm/h) em setembro, além de outros 600 MWm/h em outubro. Os setores que mais aderiram ao programa foram o da metalurgia e de produtos de metal.

O comunicado, no entanto, não descartou a possibilidade de retomar o programa no ano que vem, “caso seja identificada a necessidade de recursos adicionais para atendimento à demanda por energia elétrica no país”.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários