aglomeração
Reprodução Globonews
Houve aglomerações no segundo fim de semana de reabertura noturna em São Paulo

Em São Paulo, 36 estabelecimentos foram  interditados e multados  no último fim de semana, entre sexta (14) e domingo (16). Foi o segundo fim de semana da reabertura noturna de bares e restaurantes na capital paulista.

Antes, os estabelecimentos só podiam funcionar até às 17h, mas agora podem  até às 22h. Os motivos que geraram multa aos 36 bares, restaurantes e baladas foram o estrapolamento do horário de funcionamento e a colocação de mesas nas calçadas.

regra atual para a reabertura nortuna  em São Paulo diz que os estabelecimentos devem funcionar até às 22h, com o máximo de seis horas de funcionamento.

Além disso, apenas 40% da capacidade do negócio deve estar disponível aos clientes, sendo proibida a lotação que ultrapasse esse limite. Deve haver distanciamento social, o  uso de máscara e disponibilidade de álcool em gel aos clientes e funcionários.

No fim de semana anterior, o total foi de 75 restaurantes punidos na reabertura noturna. A multa é de R$ 9 mil para cada 250 metros quadrados de área do bar ou restaurante, e a punição é proporcional à extensão do negócio. Após ser  multado e interditado, o gestor deve pagar multa e ir à subprefeitura com documentos para poder reabrir.

Desde o início da quarentena, no mês de março, 1.001 estabelecimentos foram interditados e multados em São Paulo  – entre eles, estão bares, cafés, restaurantes e lanchonetes.

Neste fim de semana, houve festas na Zona Sul da cidade. No bairro no Ipiranga, jovens foram flagrados sem máscara e fazendo aglomerações. No Ibirapuera, uma casa noturna também desrespeitou as regras da reabertura noturna: a Guarda Civil foi chamada, interditou e multou a balada. 

    Veja Também

      Mostrar mais