Brasil Econômico

app caixa auxílio emergencial
Lucas Tavares/Zimel Press/Agência O Globo
Calendário de saques e transferências do auxílio emergencial de R$ 600 volta nesta segunda-feira (8) e termina no sábado (8)

A liberação dos saques e transferências da segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600, criado para minimizar os efeitos da pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2) para trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos,  desempregados que não recebem seguro-desemprego, integrantes do  Bolsa Família e pessoas de baixa renda, volta nesta segunda-feira (8), contemplando os nascidos em agosto.

Leia também:

Bolsonaro deve garantir mais duas parcelas do auxílio, mas valor será menor

Auxílio virou empréstimo? Saiba quem precisará devolver os R$ 600 em 2021

Refazer o pedido do auxílio emergencial aumenta chance de conseguir benefício

Segundo a Caixa Econômica Federal, quem faz os depósitos e libera os saques,  mais de 55 milhões de brasileiros já receberam o auxílio emergencial desde abril.

Mais espaçado em busca de evitar aglomerações, o calendário da  segunda parcela para inscritos no programa por meio do site, do aplicativo ou do Cadastro Único - todos os beneficiários do auxílio, exceto os que vieram do Bolsa Família, começou no dia 20 de maio e vai até 13 de junho. Primeiro, o dinheiro foi depositado e liberado para uso no aplicativo Caixa Tem, que permite a emissão de um cartão de débito virtual , e só depois foram liberados os saques e transferências para outras contas, da própria Caixa ou de outros bancos.

As liberações dos saques e transferências da poupança social da Caixa para outros bancos estão sendo feitas seguindo o mês de nascimento dos beneficiários. Os recursos do auxílio são transferidos automaticamente para as contas indicadas na data prevista no cronograma, que contempla os nascidos em agosto na segunda (8) e segue até os de dezembro no sábado (13).

A Caixa informa e reforça que não é preciso madrugar nas filas. Segundo o banco, todas as pessoas que chegarem às agências durante o horário de funcionamento - das 8h às 14h - serão atendidas. Elas vão receber senhas e, mesmo com as unidades fechando às 14h, o atendimento continua até o último cliente.

Além da retomada dos saques e transferências da segunda parcela, a semana deve ser marcada também pela divulgação do  cronograma da terceira parcela do auxílio, que também será de R$ 600 (R$ 1.200 para mães solteiras).

Confira o calendário de saques e transferências da segunda parcela

  • Nascidos em janeiro: liberação em 30 de maio;
  • Fevereiro: 1º de junho;
  • Março: 2 de junho;
  • Abril: 3 de junho;
  • Maio: 4 de junho;
  • Junho: 5 de junho;
  • Julho: 6 de junho;
  • Agosto: 8 de junho;
  • Setembro: 9 de junho;
  • Outubro: 10 de junho;
  • Novembro: 12 de junho; e
  • Dezembro: 13 de junho.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários