Facebook anuncia compra do Instagram por R$ 1,8 bilhão

Mark Zuckerberg diz que pretende gerenciar o aplicativo de forma independente; brasileiro Mike Krieger deve levar R$ 180 milhões

iG São Paulo |

Reprodução
Símbolo do Instagram: valor de venda ao Facebook é estimada em R$ 1,8 bilhão
O fundador e atual CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, anunciou nesta segunda-feira a compra da empresa que criou o aplicativo de fotos Instagram, pelo valor de US$ 1 bilhão (R$ 1,8 bilhão). Segundo o jovem executivo, a ideia é gerenciar o Instagram de forma independente, para permitir que os usuários continuem postando fotos em outras redes sociais.

Veja também: Entrevista com brasileiro do instagram

Criado pelo brasileiro Mike Krieger, de 25 anos, juntamente com o americano Kevin Systrom, o Instagram foi lançado em outubro de 2010 e é um aplicativo que permite aplicar efeitos especiais a fotos e compartilhá-las com amigos. Atualmente, a ferramenta tem quase 30 milhões de usuários e a empresa, 13 empregados.

Com a venda da empresa, o brasileiro levou US$ 100 milhões (R$ 180 milhões), correspondentes à participação de 10% que tinha na companhia, segundo a revista norte-americana Wired. Systrom, que é o CEO do Instagram, teria levado US$ 400 milhões (R$ 728 milhões) por seus 40% da empresa.

Ainda de acordo com a Wired, os 13 funcionários devem receber US$ 100 milhões referentes a um bônus, enquanto empresas que financiaram o Instagram, juntas, devem levar outros US$ 380 milhões.

Systrom afirmou no blog oficial da empresa que ele e a equipe estão "muito felizes" com a aquisição. Ele ainda disse que o aplicativo não desaparecerá, como aconteceu com alguns outros menores comprados pelo Facebook nos últimos anos.

"Nós continuaremos a adicionar novas características ao produto e acharemos novas maneiras de criar uma melhor experiência 'mobile' com as fotos. O Instagram continuará sendo o mesmo que vocês tanto adoram", escreveu Systrom.

"Estou animado por compartilhar a notícia de que nós chegamos a um acordo para comprar o Instagram e que seu time talentoso vai se unir ao Facebook", afirmou Zuckerberg em seu perfil na rede social.

Conheça os 36 brasileiros mais ricos do mundo
Brasileiro é destaque em ranking mundial de bilionários solteiros

"Milhões de pessoas em todo o mundo adoram o Instagram e a marca associada a ele, e o nosso objetivo é ajudar a divulgar este aplicativo e sua marca a ainda mais pessoas," disse ainda Zuckerberg.

Segundo o CEO do Facebook, os usuários terão a opção de postar ou não no Facebook  as fotos tiradas no Instagram, e também poderão ter seguidores no aplicativo e seguir pessoas separadamente dos amigos da rede social.

Ações do Facebook serão listadas na Nasdaq, diz CNBC
Veja como participar da oferta do Facebook, que pode ser a maior do ano

Leia mais sobre o Instagram para android

Pouco menos de meia hora após o anúncio, a notícia já tinha sido curtida por mais de 51 mil usuários do Facebook. 

Reprodução
Página do Instagram no Facebook: publicação de fotos continuará a ser permitida em outras redes sociais

Leia tudo sobre: mark zuckerbergInstagramfacebookcompra

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG