Tamanho do texto

Rede de restaurantes registrou problemas durante a mudança da empresa responsável por realizar a entrega para as 900 unidades no Reino Unido

Brasil Econômico

KFC disponibilizou site para os clientes acompanharem quando as unidades mais próximas voltarão a funcionar
shutterstock
KFC disponibilizou site para os clientes acompanharem quando as unidades mais próximas voltarão a funcionar

A rede de fast food KFC teve de fechar temporariamente centenas de restaurantes no Reino Unido por conta de um problema básico em seu sistema de logística: as lojas não estavam recebendo frango, principal item de seu cardápio. De acordo com a CNN , cerca de 800 das 900 unidades da rede no país foram fechadas nesta segunda-feira (19).

Leia também: McDonald's anuncia mudança para diminuir calorias e açúcar no McLanche Feliz

Segundo o KFC , algumas delas conseguiram ser reabertas durante o dia. Mantida pela Yum!, também proprietária de marcas como Taco Bell e Pizza Hut, a empresa afirmou que a falta de frango em suas unidades foi causada por problemas ocorridos no início dos trabalhos da DHL, nova parceira de entregas dos alimentos aos restaurantes. O Reino Unido é o principal mercado da rede de restaurantes em toda a Europa e um dos cinco maiores no mundo.

Leia também: Jovem entrega currículo com habilidade de "assistir a 276 episódios de Naruto"

"Não queremos comprometer a qualidade, por isso a ausência de entregas forçou alguns de nossos restaurantes a fecharem e outros a operaram com menus limitados ou horários de atendimento reduzidos", explicou a empresa em comunicado. Ainda de acordo com a CNN , a DHL reconheceu que algumas entregas ficaram incompletas ou foram atrasadas por conta de "problemas operacionais".

A mudança entre as companhias responsáveis por realizar as entregas foi efetivada na última quarta-feira. Até então, o serviço era feito pela Bidvest Logistics. Segundo a empresa, da sua perspectiva, a transição foi "imperceptível". No Reino Unido, 95% das unidades do KFC são franquias. A rede afirmou estar incentivando os franqueados a pagarem o dia aos funcionários, apesar do fechamento das unidades.

Leia também: Publicitária tem currículo rejeitado "porque só um homem aguentaria a função"

"Os franqueados tomarão suas decisões de forma independente, mas nós estamos os encorajando a também adotar essa política", disse o KFC em nota sobre o ocorrido. A empresa afirmou, ainda, ser cedo para dizer quando a situação em suas lojas será totalmente normalizada. Para minimizar o problema, um site foi disponibilizado para os clientes verificarem as unidades mais próximas que já estão em funcionamento.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.