Ford manterá investimentos em exportação de serviços no Brasil após encerramento de operações das fábricas
Agência Brasil
Ford manterá investimentos em exportação de serviços no Brasil após encerramento de operações das fábricas

Mesmo tendo fechado sua linha de produção no Brasil, a Ford vai faturar cerca de R$ 500 milhões este ano com exportação de serviços da equipe de engenharia que mantém no país. A montadora mantém uma equipe de 1,5 mil desses profissionais, segundo informou em evento realizado nesta sexta-feira.

De acordo com a montadora, esses engenheiros trabalham no desenvolvimento de veículos globais da companhia. pelo menos um terço das funções embarcadas nos carros, como iluminação, trava de portas, partida remota, climatização, entre outras, é responsabilidade do time brasileiro.

"Temos uma unidade de negócio auto sustentável. Este ano a receita da Ford Brasil será de R4 500 milhões", afirmou o presidente da Ford América do Sul, Daniel Justo.

Em maio, a montadora americana anunciou a contratação de mais 500 engenheiros para seu Centro de Desenvolvimento e Tecnologia do Brasil, com sede em Camaçari, na Bahia. Em Tatuí, no interior paulista, a montadora mantém um campo de provas. 

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG

Justo explicou que a Ford mantém 200 pesquisadores espalhados por 17 estados brasileiros, mais o DF, tocando 120 projetos.

No Rio Grande do Sul, por exemplo, são 21 pesquisadores que trabalham em parceria com a Universidade de Caxias do Sul numa célula focada em grafeno.
O polo de pesquisa brasileiro já tem mais de 70 patentes registradas globalmente.

"A relevância das atividades do grupo na região continua e o time contribui para o desenvolvimento da mobilidade no futuro", disse Justo.

A Ford anunciou em março que vai investir US$ 50 bilhões, até 2026, em eletrificação. Desse total, US$ 11 bilhões serão aplicados na criação de dois megapolos tecnológicos nos Estados Unidos.

A montadora americana anunciou que até 2023 vai produzir 600 mil veículos eletrificados.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários