Fábrica de chocolate da Bélgica detecta salmonella
Reprodução: ACidade ON
Fábrica de chocolate da Bélgica detecta salmonella

A empresa suíça Barry Callebaut , uma das maiores do mundo no segmento de chocolate, anunciou nesta quinta-feira (30) que especialistas detectaram a presença de salmonella na maior de suas fábricas na Bélgica, localizada em Wieze, uma unidade de fabricação a nordeste de Bruxelas. Em nota, a empresa diz que a remessa não chegou ao consumidor. 

"Com base em uma investigação interna, Barry Callebaut confirma que nenhum produto de chocolate afetado pelo lote de produção positivo para salmonela em Wieze, Bélgica, foi distribuído", explicou a empresa em comunicado.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG

Um porta-voz da empresa disse à AFP que "a maioria dos produtos contaminados ainda está na fábrica da Wieze", e uma pequena quantidade com nossos clientes. A empresa já entrou em contato com 73 clientes para garantir "que não haja contaminação dos consumidores". 

O grupo Barry Callebaut fornece preparações à base de cacau e chocolate para diversas empresas do setor alimentício e, em particular, para grandes marcas do setor de chocolate, como Hershey, Mondelez e Nestlé.

No balanço 2021/2022 a empresa vendeu  2,2 milhões de toneladas. A sede da gigante alimentícia fica em Zurique, na Suíça. Ao todo, são 60 unidades de produção em todo o mundo e 13.000 empregados.



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários