Ucrânia eleva juros pela 1ª vez desde invasão; taxa mais que dobrou
Cauê Mançanares
Ucrânia eleva juros pela 1ª vez desde invasão; taxa mais que dobrou

A Ucrânia mais que dobrou sua taxa básica de juros nesta quinta-feira (2), de 10% para 25%. Foi a primeira vez que o país decidiu aumentar os juros desde a invasão russa, em 24 de fevereiro, em uma tentativa de conter a inflação de dois digítos e proteger sua moeda, que entrou em colapso durante a guerra.

As informações são da agência de notícias Reuters.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG

O ataque das tropas de Vladimir Putin devastou a economia ucraniana, forçando o fechamento de empresas, bloqueando rotas marítimas e reduzindo cidades a escombros. Em abril, o banco central do país previu que a economia poderia contrair em ao menos um terço neste ano.

A entidade já havia congelado sua taxa básica de juros em 10% no início da invasão. Mas, na semana passada, sinalizou que poderia retomar as revisões da política monetária já que a atividade empresarial se recuperou parcialmente em partes mais seguras do país.

"O Banco Nacional espera que a elevação da taxa de desconto para 25% seja suficiente para aliviar a pressão no mercado cambial e estabilizar as expectativas de inflação, o que no longo prazo criará as condições para a transição para um ciclo de redução da taxa", disse o banco central da Ucrânia em comunicado.

A inflação já estava em dois dígitos antes do início do conflito e subiu ainda mais, para cerca de 17% em maio, ante 16,4% em abril, segundo estimativas do banco central.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários