CGU
Divulgação
CGU

Servidores da Controladoria-Geral da União aprovaram, em assembleia realizada nesta quinta-feira (31), a deflagração de operação-padrão, como estratégia de pressionar o Executivo federal a reavaliar o reajuste salarial à categoria. A mobilização ocorre na esteira de várias paralisações e articulações do funcionalismo federal por recomposição salarial no mesmo nível prometido aos policiais federais.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia 

A operação-padrão aprovada nesta quinta-feira vai gerar atraso na entrega de relatórios e resultados de auditorias e fiscalizações, atividades centrais do órgão. Antes da CGU, a Receita Federal já havia deflagrado operação-padrão em portos e fronteiras, retardando a fiscalização em aduanas.

Banco Central

Em semana de assembleias e mobilização, cerca de 700 servidores comissionados do Banco Central (BC) entregaram os cargos até esta quinta-feira (31) , segundo o Sindicato Nacional dos Funcionários do BC (Sinal). A categoria estima que o número represente cerca de 70% de todos os comissionados.

Desde o começo do ano, os servidores do BC vêm se articulando para, entre outras demandas, pedir o reajuste salarial no mesmo patamar do prometido à Polícia Federal, à Polícia Rodoviária Federal e aos funcionários do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), prometido em dezembro pelo presidente Jair Bolsonaro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários