Cliente se acorrenta ao McDonald's na Rússia para impedir fechamento
Reprodução Baza
Cliente se acorrenta ao McDonald's na Rússia para impedir fechamento

Um cliente russo do McDonald's se acorrentou a um restaurante da rede em Moscou em uma tentativa desesperada de impedir que ele fechasse. 

O McDonald's anunciou na última terça-feira (8) a decisão de fechar temporariamente seus 850 restaurantes na Rússia e suspender todas as operações no país, seguindo o passo de várias multinacionais que decidiram se distanciar de Moscou após a invasão russa na Ucrânia.

Entre no canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia  https://t.me/iGBrasilEconomico

Segundo o jornal The Mirror, Luka Safronov foi filmado encenando um protesto de última hora apenas algumas horas antes de todos os arcos dourados da Rússia fecharem indefinidamente.

A gigante do fast food emprega cerca de 62.000 pessoas na Rússia.

Coca-Cola e Starbucks também fecham

Em comunicado, a Coca-Cola Co. disse que está suspendendo os negócios na Rússia após a invasão da Ucrânia pela nação. "Nossos corações estão com as pessoas que estão resistindo a efeitos inconcebíveis desses trágicos eventos na Ucrânia", declarou a empresa no texto, que acrescentou que continuará a monitorar e avaliar a situação à medida que as circunstâncias evoluam.

Leia Também

Já a Starbucks, além de fechar suas lojas no país, também não enviará mais produtos administrados por licenciados. De acordo com a companhia de cafés, o Alshaya Group, com sede no Kuwait, que opera pelo menos 100 Starbucks na Rússia, "fornecerá apoio aos quase 2.000 parceiros na Rússia que dependem da Starbucks para sua subsistência".

Vídeo





    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários