LATAM Brasil
Guilherme Dotto
LATAM Brasil

O avanço da variante Ômicron fez com que a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) autorizasse três empresas a voar com menor número de comissários de bordo por fata de pessoal: A Azul, a Gol e por último a Latam, que teve a permissão concedida nesta quarta-feira (19). A permissão dura até março e será monitorada pela agência. 

As três empresas dominam os céus do país com 98,2% do mercado nacional de aviação em mãos.

Voos com até 150 passageiros poderão ter apenas três comissários seguindo a regra de manter um comissário para cada 50 passageiros.

No caso da Latam, a decisão afeta aeronaves Airbus A320 (que levam até 178 passageiros) e A321 (que levam até 198 passageiros).

Ao g1, a Latam confirmou que foi "oficialmente autorizada pela Aanc a reduzir o número de comissários em seus voos, em função do recente aumento de casos de Covid-19 e de influenza". 

Leia Também

Segundo a companhia, "o pedido visa minimizar os impactos das dispensas médicas de seus funcionários, que têm ocasionado cancelamentos de voos". Por fim, a companhia "reforça que não poupará esforços para seguir comunicando com antecedência aos seus clientes qualquer cancelamento de voo que se faça necessário".

No início do ano a empresa cancelou 11 voos por conta das doenças. Na ocasião a Anac também monitorou as realocações dos passageiros. 

A variante já preocupa o Ministério da Economia, que estuda reduzir a projeção de crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) por conta do impacto em setores como o de aviação civil.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários