Censo 2022: Inscrições para concurso com 207 mil vagas terminam hoje
Acervo IBGE
Censo 2022: Inscrições para concurso com 207 mil vagas terminam hoje

Terminam nesta quarta-feira (29) as inscrições de dois  processos seletivos do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) para a realização do Censo 2022. Ao todo, são 206.891 vagas temporárias para os cargos de recenseador, agente censitário supervisor e agente censitário municipal, distribuídas da seguinte forma:

  • Recenseador: 183.021 vagas. 

Os recenseadores serão os responsáveis por aplicar o questionário do Censo Demográfico nos domicílios. A função exige ensino fundamental completo, e a taxa de inscrição é de R$ 57,50. Veja aqui  o edital completo.

A remuneração é variável e depende da carga horária do recenseador — o IBGE recomenda que ela seja de 25 horas semanais. Não há um valor mínimo ou máximo. Quanto mais coletas são feitas, maior é o valor recebido. O candidato pode simular o salário por meio  deste endereço.

O recenseador também terá direito a 13º salário e a férias proporcionais aos dias trabalhados.

A previsão de duração do contrato é de três meses, podendo ser prorrogado com base nas necessidades do Censo e na disponibilidade de recursos orçamentários.

O IBGE informou que está desenvolvendo protocolos para garantir a segurança do recenseador e do morador durante a coleta das informações. "Além dos procedimentos de segurança, como uso de máscara, álcool e distanciamento mínimo, o morador terá a opção de responder ao recenseador presencialmente, por telefone ou ainda preencher o questionário pela internet".

  • Agente censitário supervisor: 18.420 vagas

A função do agente censitário supervisor será acompanhar o trabalho dos recenseadores. É necessário ter Ensino Médio completo. O salário é de R$ 1,7 mil.

  • Agente censitário municipal: 5.450 vagas

Entre as atribuições do agente censitário municipal estão a cobertura de sua área territorial, o cumprimento dos prazos e a qualidade das informações coletadas. Também é necessário ter Ensino Médio completo, e a remuneração é de R$ 2,1 mil.

As vagas para agente censitário municipal e agente censitário supervisor terão inscrição única, no valor de R$ 60,50. Aos candidatos com melhor classificação no concurso, serão oferecidas as vagas de agente censitário municipal. Os demais devem exercer a função de agente censitário supervisor.

Veja  aqui o edital completo.

A carga horária é de 40 horas semanais, sendo 8 horas diárias. Além do salário, os agentes censitários terão direito a auxílio-alimentação, auxílio-transporte, auxílio pré-escola e férias e 13º salário proporcionais.

Inscrições

As inscrições devem ser realizadas até às 16 horas de hoje, no  site da banca organizadora, Fundação Getúlio Vargas (FGV).  As taxas podem ser pagas até o dia 25 de janeiro.

Em caso de dúvidas e para maiores informações, os candidatos podem ligar no telefone 0800-2834628 ou enviar um email para [email protected] .

As vagas são distribuídas em 4.409 municípios do país para agente censitário e em 5.297 para recenseador. Os interessados devem escolher, na hora de realizar a inscrição, a área de trabalho e a cidade na qual prestará a prova.

O intuito é que os aprovados realizem suas funções próximos às suas residências.

Como as provas serão realizadas em turnos diferentes - de manhã para recenseador e de tarde para agente censitário -, os candidatos podem se inscrever para ambos os cargos.

Leia Também

Vale reforçar que as inscrições de 2020 e 2021 não serão válidas para o novo edital (leia mais abaixo).

Provas

As provas serão aplicadas no dia 27 de março de 2022. Saiba mais:

Provas para agente censitário municipal e agente censitário supervisor

* prova objetiva de múltipla escolha, com 3h30 de duração (das 14h30 às 18h)

  • 10 questões de Língua Portuguesa
  • 10 questões de Raciocínio Lógico Quantitativo
  • 5 questões de Ética no Serviço Público
  • 15 questões de Noções de Administração/Situações Gerenciais
  • 20 questões de Conhecimentos Técnicos

Provas para recenseador

* prova objetiva de múltipla escolha, com 3 horas de duração (das 9h às 12h)

  • 10 questões de Língua Portuguesa
  • 10 questões de Matemática
  • 5 questões sobre Ética no Serviço Público
  • 25 questões de Conhecimentos Técnicos

Segundo o IBGE, durante as provas, será exigido o uso obrigatório de máscaras e o distanciamento seguro entre candidatos e aplicadores. O instituto também vai disponibilizar álcool em gel em todos os locais de prova, e todos deverão seguir medidas para evitar aglomerações.

O IBGE disponibilizou uma apostila de conhecimentos técnicos para que os candidatos possam estudar para as provas. Ela pode ser encontrada nos links dos editais no site da FGV.

Outros concursos

Além dos editais para agentes censitários supervisores e municipais e para recenseadores, o IBGE também abriu 1.812 vagas para agentes censitários de administração e informática e para coordenadores censitários de área. Leia  aqui.

Censo foi adiado

O último Censo deveria ter sido realizado em 2020, mas foi adiado em razão da pandemia de Covid-19. Remarcado para 2021, foi novamente suspenso em abril devido a corte de verbas.

Na época, a decisão foi tomada por conta da aprovação, pelo Congresso, do Orçamento para este ano, que reduziu a R$ 71 milhões o valor destinado para a realização da pesquisa — montante considerado insuficiente pelo IBGE.

Um mês depois, o Supremo Tribunal Federal (STF) determinou que o governo de Jair Bolsonaro (PL) deveria assegurar os recursos necessários para realizar o Censo em 2022. Para o ano que vem, o Executivo reservou cerca de R$ 2,3 bilhões para a pesquisa.

Processo seletivo cancelado e devolução da taxa de inscrição

No último dia 3 de dezembro, o IBGE iniciou a devolução da taxa de inscrição para mais de 580 mil candidatos do  processo seletivo para o Censo 2022 cancelado em outubro.

O edital oferecia mais de 204 mil vagas para agente censitário e recenseador. O cancelamento aconteceu após o fim do contrato com o Cebraspe, empresa que seria organizadora do concurso. 

O pedido de reembolso deve ser feito no  portal do IBGE, e o valor será restituído em até 40 dias. A orientação vale também para ressarcimento aos inscritos no processo seletivo do Censo 2020.

O depósito é realizado apenas em conta corrente com nome e CPF do candidato. Ele não vale para conta poupança, conta salário, conta conjunta ou contas de terceiros. O CPF também deve estar em situação regular junto à Receita Federal.

O Censo

O Censo Demográfico é um levantamento dos principais dados sobre a população brasileira. Ele traz informações sobre saúde, educação, acesso a saneamento básico, emprego, renda, entre outros - essenciais para a definição de políticas públicas. O Censo costuma ser realizado de dez em dez anos. O último aconteceu em 2010.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários