Petrobras vai recorrer de decisão que suspende reajuste do gás
shutterstock
Petrobras vai recorrer de decisão que suspende reajuste do gás

A Petrobras informou que vai recorrer de  liminares judiciais que suspenderam reajustes do preço do gás natural acertados com distribuidoras em alguns estados, de acordo com nota divulgada pela companhia na noite de terça-feira (28). Até agora, foram concedidas ao menos quatro liminares.

Os estados de Sergipe, Bahia, Alagoas e Rio obtiveram aval da Justiça para barrar os aumentos.

Leia Também

De acordo com a Petrobras, a empresa vai ajuizar "recursos e ações cabíveis com vistas ao estabelecimento de preço de mercado para a venda do gás".

Na ação movida contra a Petrobras no Rio de Janeiro, foi questionada a regra do reajuste imposta à concessionária Naturgy, que poderia elevar em até 50% o preço atualmente cobrado pelo fornecimento do produto. A ação foi movida pela Assembleia Legislativa do Estado (Alerj). A Naturgy também entrou na Justiça.

A Petrobras disse que iniciou negociações para novo contrato com as distribuidoras de gás com antecedência e dentro do cronograma estabelecido pelas concessionárias no âmbito das chamadas públicas que contaram com propostas da estatal e de outras empresas.

"Em alguns casos, por exemplo, a Petrobras enviou propostas em janeiro de 2021", comentou a companhia.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários