Bolsonaro
O Antagonista
Bolsonaro

Após cair mais de 10% por conta da variante Ômicron do novo coronavírus, o petróleo dos tipos Brent e WTI se recuperaram e avançam quase 7% na semana, frustrando as promessas do presidente Jair Bolsonaro de redução no preço dos combustíveis com base na queda no mercado internacional. 

No início da semana, o mercado de petróleo recuperou cerca de metade das perdas sofridas desde o surto de Ômicron em 25 de novembro. O otimismo com a vacinação e com a retomada do consumo de combustíveis animou o mercado. 

O petróleo Brent abriu em alta de 1% na manhã de hoje, negociado a US$ 75,12. O WTI subia 1,06% às 9h33, negociado a US$ 71,67.

Nesta quinta-feira (9), Bolsonaro afirmou que o preço dos combustíveis vai cair "mais de uma vez nas próximas semanas" em razão da perda de valor do barril de petróleo tipo Brent no exterior desde o pico, em outubro. O barril do Brent é referência para a formação de preços da Petrobras.

Ainda assim, Bolsonaro voltou a negar que tenha informação privilegiada da estatal petrolífera. "A CVM entrou em polvorosa quando falei que brevemente vai cair o preço dos combustíveis", disse o presidente em transmissão ao vivo nas redes sociais.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários