Paulo Guedes é alvo de pedido de impeachment
[email protected] (O Dia)
Paulo Guedes é alvo de pedido de impeachment

Um grupo de 200 entidades entraram com um pedido de impeachment contra o ministro da Economia Paulo Guedes. O pedido foi protocolado na Câmara dos Deputados nesta quinta-feira (9).

O texto afirma que Guedes não previu os gastos com a pandemia de Covid-19 no Orçamento de 2021, além de não renovar a primeira rodada do auxílio emergencial no momento mais crítico da doença. O pagamento do benefício foi encerrado em outubro de 2020, mês em que o país registrou 16 mil mortes por Covid-19.

As entidades ainda acusam Guedes de juntar a Prevent Sênior e incentivar a compra de remédios ineficazes contra a doença. O pedido reforça a participação do ministro no enfraquecimento de instituições que protegem o meio ambiente.

"Dificultar o acesso de brasileiras e brasileiros a uma renda mínima foi uma estratégia deliberada para impedir e desestimular as medidas de isolamento social, violando patentemente os direitos fundamentais e sociais previstos na Constituição — o que é tipificado como crime de responsabilidade", ressaltou, em nota, a advogada Eloísa Machado, da Coalizão Direitos Vivem Mais.

Leia Também

Até o momento, o Ministério da Economia não se pronunciou sobre o pedido. O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (Progressistas-AL), também não informou se analisará o texto.

Essa a segunda vez em 2021 que Guedes enfrenta um pedido de impeachment. Em outubro, deputados entraram com um pedido no Supremo Tribunal Federal (STF) para impedir a continuação do ministro no cargo.

Na época, os parlamentares afirmaram que Guedes infringiu a Constituição ao faltar de uma audiência para explicar inconsistências na Previdência Social apontadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU). Entretanto,  a ministra do STF, Cármen Lúcia, arquivou o pedido.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários