Paulo Guedes, ministro da Economia
Washington Costa/ASCOM ME
Paulo Guedes, ministro da Economia

O ministro da Economia, Paulo Guedes, conseguiu piorar sua rejeição frente ao Congresso Nacional nesta semana, após  faltar ao depoimento na Câmara sobre suas  offshores em paraíso fiscal , na quarta-feira (10). Guedes é alvo do Centrão, e deputados do grupo que dá sustentação ao governo de Jair Bolsonaro admitem que o ministro é cada vez mais mal visto.

Guedes alegou conflito de agenda para fugir de seu depoimento à Câmara. Segundo o presidente da Casa, no entanto, isso não deve ter 'livrado' o chefe da Economia de prestar esclarecimentos. Arthur Lira (PP-AL) diz que Guedes deverá fazer seu depoimento na próxima terça-feira (16).

De acordo com o colunista Lauro Jardim, do jornal O GLOBO, Guedes não compareceu à Câmara nesta semana após ser aconselhado por aliados, que viam risco de as falas do ministro piorarem a situação , gerando uma nova crise, que poderia afetar inclusive a Bolsa de Valores.

"A enorme maioria dos deputados de partidos da base quer a saída dele. A ausência não ajuda", disse um parlamentar à revista VEJA.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários