PremiaPão
Divulgação
PremiaPão

A busca por empresas e serviços eco-friendly, ou seja, “amigáveis ao meio ambiente”, é tendência crescente entre os consumidores. Com isso, marcas passam a adotar medidas que caminham na direção da sustentabilidade, englobando todo o ciclo de produção, desde a matéria-prima até o descarte.

Pensando nisso, A PremiaPão, rede especializada em publicidade em sacos de pão, produz e repassa gratuitamente a padarias parceiras embalagens biodegradáveis com anúncios impressos em tinta não tóxica. Neste ano, a estimativa é alcançar 4,7 milhões de embalagens biodegradáveis e passar de 1.500 padarias beneficiadas para 2.200. No ano passado foram três milhões de embalagens entregues a parceiros. A média anual era 3,5 milhões.

Pedro Machado, Co-fundador e Diretor de Franquias da rede diz que essa vontade surgiu antes mesmo da franquia. "Quando vimos que o papel craft é reflorestável, surgiu a ideia. Nós nem sequer tínhamos a PremiaPão ainda, mas já olhamos para o mercado a fim de entrar com essa tendência mundial.

Ele conta que a ação engaja toda a rede, pois os donos do negócios deixam de gastar com milhares de embalagens que às vezes acumulavam no estoque. "Tem cidades que o franqueado fez recorrência de um ano. O cara da padaria tá feliz da vida".

Não para por aí

Essa iniciativa ocorre em parceria com a ONG Iniciativa Verde, que faz plantios por todo o país com ajuda de empresas de diversos setores. Segundo Pedro, a ideia agora é criar a própria ONG e a cada milheiro produzido, comprar uma muda para arborizar a cidade do franqueado. "Deixar nossa marquinha em cada região". 

“Queremos apoiar cada vez mais estas ações locais com intuito que a nossa equipe de colaboradores possa participar ativamente desse tipo de ação”, conta Raphael Mattos, CEO da PremiaPão.

Leia Também

Pedro Machado e Raphael Mattos
Divulgação
Pedro Machado e Raphael Mattos



O futuro se sustenta

O modelo de negócio é sustentável também financeiramente. Há seis anos no mercado, a empresa vem se mostrando sólida e mesmo diante de um cenário de instabilidade econômica, segue em franco crescimento pelo país. No primeiro semestre do ano foram mais de 90 unidades vendidas e a previsão de faturamento da marca para 2021 é de R$ 9,7 milhões, um aumento de 30% em relação ao ano anterior.

O objetivo da empresa é dobrar de tamanho no ano que vem, passando de 160 franqueados para mais de 300. Pedro ressalta que esse é só o começo.

"Sabe quando você olha para a empresa e não consegue enxergar o pico? Estamos assim. Hoje somos a maior microfranquia de publicidade do segmento. Nosso objetivo é crescer com inovação. Por exemplo, não tínhamos QR Code, hoje já temos, não tínhamos Cupom, hoje já temos. Estamos ganhando muito mercado".

"E realidade aumentada não é muito distante não, viu?", finaliza.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários