Campos Neto diz que 40 milhões de pessoas já usam Pix:
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
Campos Neto diz que 40 milhões de pessoas já usam Pix: "Fenômeno"

O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, afirmou nesta quinta-feira que 40 milhões de pessoas que nunca tinham feito uma transação eletrônica na vida, utilizaram o Pix.

"Pix está se tornando um fenômeno incrível no Brasil. Fiquei sabendo ontem que 40 milhões de pessoas fizeram sua primeira transação no Pix. Eles nunca fizeram nenhuma outra transação eletrônica e por causa do Pix eles começaram a usar", ressaltou.

Em evento do Banco de Compensações Internacionais (BIS, na sigla em inglês), Campos Neto defendeu que o Pix foi uma forma de inclusão das pessoas no sistema financeiro. Em outras oportunidades, ele citou casos em que pequenos empreendedores criaram uma conta no banco apenas para utilizar o Pix.

"O Pix é muito fácil de usar porque é integrado com sua agenda no celular pelo aplicativo do banco, então é tão fácil quanto adicionar alguém na sua agenda", disse o presidente do BC.

Segundo Campos Neto, o importante é que Pix se mantenha de uso “amigável” para o usuário e o Banco Central precisou ter certeza das diretrizes corretas.

"Você precisa ter certeza que as diretrizes gerais darão um incentivo para que os bancos façam (o uso do Pix) bem amigável para o usuário para que até uma plataforma pequena que está se tornando um banco possa ter a mesma facilidade de usar o Pix como os outros."

Leia Também

Até setembro, o Pix tinha 102,6 milhões de pessoas físicas e 7,1 milhões de empresas cadastradas. O número vem crescendo mês após mês. Em abril, por exemplo, eram 81,9 milhões de pessoas físicas e 5,4 milhões de empresas.

A quantidade de transações também vem subindo. Em abril eram 410,7 milhões. Já em setembro, o número pulou para 871,2 milhões.

Agenda evolutiva

Para os próximos meses, o Banco Central já dispõe de uma  agenda com novas funcionalidades para o Pix. Em novembro, o Pix Saque e o Pix Troco começam a funcionar, permitindo o saque em dinheiro em estabelecimentos comerciais, como padarias e supermercados.

Ainda neste ano, entram em operação o Mecanismo Especial de Devolução, que vai possibilitar a devolução de recursos em caso de fraude ou falha operacional e outras medidas para melhorar a segurança para os clientes, visto a alta no número de golpes.

No próximo ano, já estão na agenda de inovação a viabilização de pagamentos por aproximação e offline pelo Pix, além do débito automático.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários