Aeroporto Santos Dumont
Fernando Frazão/Agência Brasil
Aeroporto Santos Dumont

A diretoria da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), aprovou, nesta terça-feira, a minuta do edital de licitação e dos contratos de concessão da sétima rodada dos aeroportos, quando serão leiloados Santos Dumont e Congonhas. O documento ficará em consulta pública por 45 dias e sem seguida, será submetido à aprovação do Tribunal de Contas da União (TCU).

Conforme o jornal O GLOBO antecipou, o governo decidiu acelerar o leilão dos terminais, considerados joias da coroa da rede da Infraero e reduziu o tempo entre a aprovação do edital pelo TCU e a realização do certame de 100 dias para 70 dias.

O plano do Ministério de Infraestrutura é realizar a disputa até abril de 2022.

Nessa etapa, serão licitados 16 terminais, em blocos, puxados por Santos Dumont, Congonhas e Belém.  O investimento obrigatório total na infraestrutura para ampliação de capacidade desses aeroportos está projetado em cerca de R$ 8 bilhões, ao longo da concessão. Os contratos terão duração de 30 anos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários