Brasil Econômico

Dinheiro
Pixabay/Reprodução
41% dos entrevistados acreditam em piora da economia em 2021

O instituto Datafolha divulgou nesta terça-feira (05), uma pesquisa que mostra a incerteza de 69% da população na economia do país em 2021. De acordo com o levantamento, 41% dos entrevistados acreditam na piora no setor econômico neste ano, enquanto 28% esperam a estabilidade e outros 28% preveem melhora na economia.

As entrevistas foram realizadas entre os dias 8 e 10 de dezembro, por telefone, com 2.016 pessoas. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Os dados diferem os divulgados em dezembro de 2019, quando 43% da população acreditava que a situação iria melhorar e 24% esperava uma piora. Porém, as informações são parecidas se comparadas ao levantamento divulgado em agosto de 2020. 

Especialistas acreditam que a mudança de opinião dos entrevistados se deve as incertezas econômicas em meio a segunda onda de infecções do coronavírus e o fim do auxílio emergencial . No mês passado, o instituto realizou um estudo que apontou a dependência de 36% da população do benefício.

Embora as incertezas no mercado interno, o Governo Federal acredita que a economia do país deve crescer em 2021, após a contração econômica causada pela pandemia. Segundo o Boletim Focos, do Banco Central , o país deve crescer 3,4%, ante a queda de 4,36% prevista para 2020.  

Finanças pessoais

O Datafolha ainda questionou os entrevistados sobre o futuro das próprias finanças em 2021. Para 31% da população, a situação econômica pessoal deve ter um salto no decorrer do ano, enquanto 22% acreditam em piora . Já 43% preveem a estabilidade nas finanças pessoais neste ano. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários