Brasil Econômico

Selic Copom
iStock
Selic é mantida a 2% ao ano

O Comitê de Política Monetária ( Copom ), do Banco Central , decidiu manter a taxa básica de juros da economia brasileira, a Selic , em 2% ao ano. A decisão foi tomada em reunião na tarde desta quarta-feira (28).

A Selic tinha sido fixada em 2% ao ano na reunião de agosto e, depois, foi mantida em 16 de setembro. Antes disso, a taxa tinha tido nove reduções consecutivas e, agora, continua sendo a mais baixa da série histórica.

A decisão de manter a taxa em 2% ao ano já era esperada pelo mercado financeiro , que também acredita que a Selic vai encerrar 2020 no mesmo patamar.

O que é a Selic?

A taxa básica de juros brasileira é definida pelo Copom para cumprir a meta da inflação . Quem define essa meta é o Conselho Monetário Nacional (CMN), e o Copom eleva ou diminui a Selic para cumpri-la.

Divulgado no último dia 23, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 ( IPCA -15), considerado a prévia oficial da inflação, teve alta de 0,94% . Mesmo assim, o Copom não viu a necessidade de elevar a Selic .

Isso porque as decisões sobre juros levam de seis a nove meses para ter impacto pleno na economia, e a expectativa é de que o Brasil feche o ano com inflação a 2,99%, valor dentro da meta de até 4% estabelecida pelo CMN .

    Veja Também

      Mostrar mais