Brasil Econômico

inflação
Pixabay
Prévia da inflação oficial teve alta de 0,94% em outubro, o maior salto para o mês em 25 anos

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15), considerado a prévia da inflação oficial do Brasil, teve uma alta de 0,94% em outubro, o maior salto para o mês desde 1995, informou nesta sexta-feira (23) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Mais uma vez, a inflação foi pressionada pelos preços dos alimentos, segundo o IBGE. Os destaques negativos são as carnes, que tiveram alta de 4,83%; o arroz, 18,48%; e o óleo de soja, 22,34%. O setor de alimentos e bebidas como um todo acumulou alta de 2,24% em outubro.

Prévia da inflação oficial, o IPCA-15 acelerou com força em relação ao visto em setembro, quando a alta havia sido de 0,45%. O acumulado da prévia da inflação neste ano de 2020 chegou a 2,31%, e, em 12 meses, é de 3,52%, bem acima do registrado nos 12 meses anteriores, 2,65%. O resultado, porém, segue abaixo do centro da meta de inflação para este ano, que é de 4%. Para atingir a meta, a inflação deve ficar entre 2,5% e 5,5%, já que há um intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual, para mais ou para menos, a partir do centro da meta.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários