Brasil Econômico

Carrinho de bebê
Divulgação/Thule
Carrinho de bebê do modelo Thule Sleek tem guidão "solto" por defeito de fabricação


Nesta segunda-feira (19), o Procon-SP publicou uma orientação sobre a retirada do mercado (recall) dos carrinhos de bebê do modelo Thule Sleek de código 11000001 até 11000019, vendidos entre 01/05/2018 e 10/07/2020 pela empresa Thule do Brasil. Segundo o texto, a empresa deverá prestar qualquer esclarecimento conforme determina o Código de Defesa do Consumidor.


O Procon-SP orienta que os consumidores acessem o site da Thule pelo link  www.thule.com para solicitar o recall , ou que entrem em contato pelo e-mail contato@thule.com ou telefone (11) 4593-9595, de segunda a sexta-feira, das 9 às 18 horas.

Quanto aos consumidores que sofreram algum tipo de acidente, podem recorrer na justiça por danos sofridos.

O que diz a Thule

A empresa publicou um comunicado onde informa qual foi o defeito encontrado e no que isso implicaria aos consumidores. O comunicado informa que constataram a falta de dois parafusos que fixariam o guidão ao carrinho. 

Segundo a Thule , esse defeito pode fazer o guidão se desprender do carrinho ao ser puxado com muita força, o que poderia derrubar a criança, levando a um acidente com danos físicos ou, até mesmo, fatal.

No comunicado, a empresa diz que o erro foi “causado por uma montagem automática incorreta do guidão do carrinho de bebê ”. A empresa orienta que os clientes parem o uso do produto imediatamente e agendem, gratuitamente, uma inspeção para analisar a estrutura do carrinho de bebê.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários