undefined
O Dia
Banco Central indica cadastro de 30 milhões de chaves cadastradas no Pix

Mais de uma semana após a divulgação da abertura de cadastramento para as chaves do Pix , novo sistema de transferências e pagamentos instantâneos, o Banco Central indicou o registro de 30 milhões de chaves até as 18h de segunda-feira. Neste primeiro momento, o período é só para cadastro, pois o sistema só entra em funcionamento a partir do dia 16 de novembro. 

O número é expressivo pois cada cliente pessoa física pode ter até cinco chaves por conta da qual for titular. É importante ressaltar que o cadastro pode ser feito quando o cliente quiser, mesmo após o lançamento do Pix. 

O BC afirma que a chave é apenas um facilitador para receber um Pix . Entretanto, eles recomendam que o usuário cadastre a chave, pois assim será mais fácil o uso do sistema pelos clientes.

Novo sistema 

O meio de pagamento e transferência foi desenvolvido pelo Banco Central e poderá ser usado como substituto de TED e DOC . O sistema será gratuito para pessoas físicas e instantâneo, com previsão de que as transações sejam aprovadas e finalizadas em até 10 segundos.

Neste período, os correntistas podem cadastrar as chaves do PIX, uma forma de identificar a conta do cliente. No registro, o interessado deve acessar o aplicativo do banco e informar uma das três informações: número de telefone celular , e-mail ou CPF/CNPJ . Há, ainda, a possibilidade de gerar uma chave aleatória, caso o cliente não queira compartilhar seus dados pessoais.

Na hora de fazer transferência, em vez de informar nome, CPF, número da conta e da agência, feito atualmente, basta colocar a chave Pix .

    Veja Também

      Mostrar mais