Brasil Econômico

dólar
shutterstock
Dólar teve maior alta diária em três meses

Nesta quarta-feira (24), ó dólar teve alta de 3,33% e fechou em R$ 5,325. Foi a maior alta diária do dólar em três meses, desde 18 de março, quando foi de 3,94%. O dólar vinha num ritmo de três quedas seguidas.

O Ibovespa, principal índice da bolsa de valores do Brasil, teve queda (-1,66%) e fechou a 94.377,36 pontos.

O receio de uma segunda onda de Covid-19 gerou cautela no mercado e a alta do dólar com relação ao real. Isso porque os investidores venderam as ações e moedas de países emergentes.

Além disso, a previsão  pessimista feita pelo Fundo Monetário Interncional (FMI) piorou o cenário para o real. Segundo a avaliação, o Brasil terá queda de 9,1% em sua economia  por conta da pandemia.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários