Sede da Caixa Econômica Federal, em Brasília: Caixa tem feito coletivas de imprensa sobre auxílio emergencial, mas espaço para jornalistas vem diminuindo
Valter Campanato/Agência Brasil
Sede da Caixa Econômica Federal, em Brasília: Caixa tem feito coletivas de imprensa sobre auxílio emergencial, mas espaço para jornalistas vem diminuindo

Nesta quarta-feira (10), a Caixa Econômica Federal não respondeu nenhuma pergunta enviada por jornalistas para a coletiva de imprensa. Coletivas, no entanto, são o canal pelo qual as instituições respondem ao jornalismo.

Leia:
Caixa não responde sobre funcionários em home office depois de vídeo da reunião ministerial: 'Frescurada'

A Caixa convida, de segunda a sábado, jornalistas de diversos veículos a enviar perguntas para os dirigentes no banco. Nesta quarta, a coletiva foi conduzida pelo vice-presidente da rede varejo da Caixa, Paulo Henrique Angelo.

No início das coletivas de imprensa sobre auxílio emergencial transmitidas pelo YouTube, em 1º de maio, apenas perguntas de jornalistas de diversos veículos eram respondidas.

Ao longo do mês, o espaço entre imprensa e internautas foi sendo dividido, sendo a maioria das questões respondidas sobre dúvidas recorrentes enviadas por internautas. Hoje, a Caixa não respondeu perguntas de jornalistas.

Fraudes

A Caixa tem explicado em coletivas de imprensa que a responsável pelas análises é a Dataprev, e que, portanto, a empresa deve responder sobre as fraudes no auxílio emergencial,  que geraram o recebimento indevido para mais de 8 milhões de pessoas.

Entre os grupos que fizeram ou tentaram realizar fraudes no auxílio emergencial estão os militares,  empresários de classe alta e  brasileiros que moram no exterior.

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, afirmou que o  número de fraudes no auxílio emergencial foi abaixo do esperado. "Tivemos só 25% do esperado de fraudes", afirmou ele em coletiva de imprensa.

Calendário 3ª parcela

Havia expectativa de que o Ministério da Cidadania divulgasse, através da Caixa, o calendário da  3ª parcela do auxílio emergencial na última segunda-feira (8). Mas isso não aconteceu e o novo cronograma ainda não foi divulgado. O começo dos pagamentos da  terceira parcela do auxílio emergencial devem se iniciar no dia 17 de junho, com saques para o público do Bolsa Família.

Os cidadãos que quiserem se cadastrar no auxílio emergencial ainda podem fazê-lo pelo aplicativo ou site Caixa Auxílio Emergencial até o dia 3 de julho.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários