Tamanho do texto

Estudo mostra que 65% dos brasileiros acreditam que País estará em melhor situação econômica nos próximos meses; índice é o mais alto já registrado

Jair Bolsonaro e seu vice, general Mourão, tomam posse no dia 1º de janeiro, em Brasília
Rafael Carvalho/Governo de Transição
Jair Bolsonaro e seu vice, general Mourão, tomam posse no dia 1º de janeiro, em Brasília

A contagem regressiva para o início do governo de Jair Bolsonaro (PSL) alavancou o otimismo dos brasileiros com a economia do País. De acordo com pesquisa divulgada neste domingo (23) pelo Datafolha, 65% da população acredita que haverá melhora econômica nos próximos meses. No levantamento anterior, realizado em agosto, somente 23% se diziam otimistas quanto a essa evolução.

Leia também: Com 58 mil novos empregos formais, Brasil tem o melhor novembro em oito anos

A amplitude do voto de confiança no trabalho de Bolsonaro e de seu guru econômico, o futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, é grande. O contingente de pessoas otimistas com a melhora da economia brasileira é o maior já registrado pelo Datafolha desde que o instituto passou a fazer esse levantamento.

Dentre as pessoas ouvidas para a nova pesquisa, 9% disseram acreditar em piora econômica nos próximos meses (eram 31% em agosto), enquanto 24% avaliam que o País seguirá no mesmo cenário atual (eram 41%).

Indagados sobre as expectativas para suas finanças pessoais , 6% preveem piora no futuro próximo; 25% disseram que as coisas devem seguir no mesmo pé atual e 67% dos entrevistados disseram acreditar que estarão a curto prazo em situação melhor do que estão hoje (eram 38% na última pesquisa).

Esse índice é, dentro da margem de erro de dois pontos para mais ou para menos, equivalente ao que foi registrado em março de 2013. Na ocasião, quando a então presidente Dilma Rousseff (PT) ainda desfrutava de alta popularidade, 68% se diziam confiantes em melhora pessoal.

Leia também: Em ano com aumento da informalidade, reforma trabalhista frustra expectativas

Quase metade dos brasileiros (47%) acredita que o desemprego vai diminuir e exatos 50% acham que a crise econômica vai acabar logo e o Brasil voltará a crescer (42% acham que a recuperação ainda deve demorar).

A pesquisa mostra ainda que 68% da população avalia que a inflação deve cair ou se manter no patamar atual nos próximos meses. Com isso, o otimismo também aumenta em relação ao poder de compra: 43% acham que seu poder de compra vai aumentar. 

A pesquisa do Datafolha sobre o nível de confiança dos brasileiros com a economia nos primeiros meses do governo Bolsonaro foi realizada por meio de entrevistas com 2.077 pessoas em 130 municípios, nos dias 18 e 19 deste mês.

Leia também: Justiça derruba segunda liminar que vetava a fusão entre Embraer e Boeing

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas