undefined
iStock
Segundo o Banco Central, é o segundo mês consecutivo em que os gastos de brasileiros no exterior anotam queda em relação ao ano passado

Em julho deste ano, os gastos de brasileiros no exterior somaram US$ 1,731 bilhão, número 7,87% menor do que o registrado no mesmo período do ano passado (US$ 1,879 bilhão). Os valores foram divulgados nesta segunda-feira (27) pelo Banco Central (BC).

Leia também: Remessas ao exterior batem recorde e superam US$ 1 bilhão no primeiro semestre

É o segundo mês consecutivo em que os gastos de brasileiros no exterior anotam queda em relação ao ano passado. No acumulado dos sete primeiros meses do ano, porém, essas despesas ficaram em US$ 11,304 bilhões, 5,8% a mais do que o registrado no mesmo período de 2017 (US$ 10,684 bilhões).

Para Fernando Lemos, chefe adjunto do Departamento de Estatísticas do Banco Central , a alta do dólar é a principal responsável pelos resultados de julho. “O orçamento [das viagens] tende a ser feito em moeda nacional. Naturalmente, o comportamento do câmbio vai afetar os gastos no exterior”, explicou.

Lemos destacou, ainda, que o valor gasto lá fora em julho de 2018, se analisado em reais, é praticamente o mesmo do que o registrado em 2017. Em outras palavras, isso significa que as despesas em reais não se alteraram - mas as em dólares ficaram menores porque a moeda norte-americana está custando mais caro.

Histórico do dólar

undefined
iStock
Apesar de fechar o mês de julho em R$ 3,75, anotando a primeira queda mensal desde janeiro, o dólar voltou a subir em agosto, ultrapassando a casa dos R$ 4

No começo do ano, o dólar estava cotado em R$ 3,26. Em março, passou para R$ 3,32; no fim de junho, para R$ 3,85.

Leia mais: Projeção da inflação sobe para 4,17% e a do PIB cai para 1,47%, aponta Focus

No mês passado, com o aumento das incertezas políticas no Brasil, a moeda norte-americana chegou a valer mais de R$ 3,90. Apesar de fechar o mês em R$ 3,75, anotando a primeira queda mensal desde janeiro, o dólar voltou a subir em agosto, ultrapassando a casa dos R$ 4.

No início de 2017, a título de comparação, a moeda norte-americana estava em R$ 3,27. Recuou em março, chegando a R$ 3,16, e voltou a subir em junho, valendo R$ 3,30. Em julho, porém, caiu novamente - desta vez para R$ 3,11.

Gastos de estrangeiros no Brasil

undefined
Shutterstock
Com o resultado dos gastos de brasileiros no exterior e de estrangeiros por aqui, a conta de viagens internacionais ficou em US$ 1,314 bilhão negativo

As despesas de estrangeiros no Brasil, segundo o Banco Central, chegaram a US$ 417 milhões em julho de 2018. O número é um pouco menor do que o registrado no mesmo período de 2017, quando o montante registrado foi de US$ 440 milhões.

No acumulado dos sete primeiros meses do ano, essa cifra já soma R$ US$ 3,657 bilhões, número 4,5% maior do que o anotado no mesmo intervalo de tempo do ano passado (US$ 4,499 bilhões).

Leia mais: Dívida pública cai 0,14% e chega a R$ 3,748 trilhões em julho

Com o resultado dos gastos de brasileiros no exterior e de estrangeiros por aqui, a conta de viagens internacionais ficou em US$ 1,314 bilhão negativo. Em 2018, esta soma já chega a US$ 7,647 bilhões.


*Com informações da Agência Brasil

    Veja Também

      Mostrar mais