Tamanho do texto

Antes de abrir o próprio negócio, é importante ter em mente que talvez seja necessário contar com a ajuda de um sócio ou investidor, por exemplo

Se você acha que será difícil digerir o fracasso, é recomendado que evite empreender, pois 95% das empresas brasileiras não chegam ao quinto ano
iStock
Se você acha que será difícil digerir o fracasso, é recomendado que evite empreender, pois 95% das empresas brasileiras não chegam ao quinto ano

Atualmente, existe um grande número de pessoas que estão começando a empreender no Brasil. Muito disso acontece por conta da crise econômica, que faz os profissionais buscarem meios alternativos de fazer dinheiro. 

LEIA:  Conheça 10 pegadinhas dos bancos que prejudicam o investidor

No entanto, abrir um negócio próprio pode ser uma decisão perigosa, caso a pessoa não esteja bem preparada para enfrentar todas as situações. Juarez Araújo, diretor comercial da DBACorp, fez uma lista com algumas das coisas que você precisa saber antes de empreender . Confira abaixo:

É possível fracassar

Antes de dar início a um empreendimento, é importante ter em mente que você pode, sim, fracassar. As estatísticas mostram que, atualmente, 95% das empresas que são criadas no Brasil não chegam ao seu quinto ano de vida. Por conta disso, se você tem medo ou acha será difícil digerir o fracasso, é recomendado que não se aventure.

LEIA MAIS: Veja 5 estratégias infalíveis para vender mais na internet

Talvez você precise de um sócio

Essa é uma etapa muito delicada no processo de análise sobre o que você deseja fazer. Talvez seja necessária a participação de um sócio ou investidor, pois, em algumas situações, você pode precisar de um investimento que não vai conseguir de outra forma. Além disso, um sócio também pode ser o complemento para a sua empresa, levando competências que somam às suas.

A escolha de um sócio deve ser baseada nas características que você espera de alguém que vai te acompanhar em seu trabalho. Ter honestidade e os mesmos valores que você são fatores essencias. Procure alguém que tenha a mesma ambição e que esteja no mesmo momento em que você.

LEIA TAMBÉM: Veja direitos do trabalhador e deveres do empregador sobre férias coletivas

Conhecer sua área é essencial

É indispensável ter o mínimo de conhecimento do setor em que você quer entrar. Pesquise bastante e tente entender quais são os motivos pelos quais ninguém nunca criou o que você está pensando em fazer. Veja se é muito caro investir neste negócio, sempre planejando a rentabilidade, as margens de lucro, o grau de concorrência e o momento econômico pelo qual ele passa. Veja se o local onde você deseja se estabelecer permite expansão ou está saturado. Isso é fundamental para quem quer empreender.