Cade não volta atrás e mantém venda da unidade móvel da Oi
Felipe Moreno
Cade não volta atrás e mantém venda da unidade móvel da Oi

O Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) analisou nesta quarta-feira (9) um recurso apresentado pela Algar Telecom e a Telcomp contra a venda da unidade móvel da Oi (OIBR4) para TIM, Vivo e Claro. O órgão não voltou atrás e manteve a venda, mas haverá ajuste nos termos.

Isso foi uma sugestão do representante do MPF (Ministério Público Federal) no órgão, que disse que se os termos não forem ajustados, haverá questionamento jurídico e em outras instâncias. A conselheira Lenisa Prado acolheu parcialmente o recurso da Algas e da Telcomp, deixando claro que o trustee escolhido para monitorar as obrigações impostas pelo órgão tenha experiência no mercado de telefonia móvel.

Leia Também

A aprovação da venda da unidade móvel foi complicada, com três conselheiros votando contra e outros três considerando que o pacote de compensações negociado com as empresas era o suficiente para manter a concorrência no setor. O presidente do conselho, Alexandre Cordeiro, desempatou. Com a votação, as ações preferenciais sobem 3,01%, para R$ 1,37.

Para ficar de olho no seu dinheiro, entre nos nossos grupos de WhatsApp e receba notícias do mercado em tempo real , além de materiais, relatórios e outras informações que vão te ajudar a investir melhor e guardar mais dinheiro.

O post Cade não volta atrás e mantém venda da unidade móvel da Oi apareceu primeiro em 1 Bilhão Educação Financeira .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários