Tamanho do texto

iG lança simulador para ajudar o trabalhador a conhecer como ficará a aposentadoria após a aprovação da reforma que tramita no Congresso

calculadora
Thinkstock/Getty Images
Dificuldade para saber como vai ficar sua aposentadoria com a reforma? Calculadora da Previdência pode ajudar


Apontada por analistas como crucial para que o Brasil não entre recessão, a reforma da Previdência segue em trâmite na Câmara dos Deputados. Ainda há, porém, dúvidas da população sobre os efeitos que a medida do governo trará para a aposentadoria. Para ajudar o internauta a entender as principais mudanças, o iG lançou a calculadora da Previdência.

Com o recurso da calculadora da Previdência , é possível conhecer as principais propostas do governo, bem como entender o tempo de serviço e de contribuição que cada servidor passará após a reforma.

Reforma Urgente: Afinal, o que é o "Centrão" e por que ele é decisivo na reforma da previdência?

Para utilizar a calculadora, o internauta deverá informar se é servidor público federal (Poder Executivo, Legislativo e Judiciário da União) ou filiado ao INSS (empregado, doméstico, trabalhador avulso). Também será necessário colocar o valor do salário atual. O aplicativo, então, mostrará uma comparação, revelando a contribuição do usuário pela regra atual e o novo valor de contribuição, segundo as regras da reforma da Previdência (utilizando a alíquota progressiva).

É possível ao cidadão ver o detalhamento do cálculo até chegar ao valor final da alíquota (alíquota efetiva), considerando cada faixa.

Reforma Urgente: Previdência: aprovação é caminho para se evitar queda do PIB e piora da recessão

Os servidores precisarão informar ao simulador se são trabalhadores novos ou antigos, para efeito de cálculo. Antigos são aqueles que ingressaram no serviço público até 3 de fevereiro de 2013 e não migraram para o Regime de Previdência Complementar. Já os novos são aqueles servidores que entraram para o funcionalismo a partir de 4 de fevereiro de 2013 ou aqueles que, mesmo tendo ingressado antes dessa data, fizeram a opção de migrar para o regime complementar. Os servidores também deverão confirmar ao aplicativo se já recebem aposentadoria ou pensão.

Com a reforma da Previdência, o tempo mínimo de contribuição para o recebimento do benefício integral é de 40 anos, substituindo o tempo atual de 30 anos.

Reforma Urgente: Nova Previdência muda idade mínima e tempo de contribuição para a aposentadoria

A calculadora, porém, também mostra qual será a porcentagem (valor) do benefício que o aposentado receberá caso se aposente antes de 40 anos de contribuição.

Segundo cálculos da equipe econômica do governo, mais de 20 milhões de pessoas vão ter redução da alíquota previdenciária, caso a PEC seja aprovada. A proposta mantém os direitos adquiridos e prevê regras de transição para quem já está no mercado de trabalho.

Importante! Para quem já é aposentado ou pensionista, nada muda. O governo estima que, em dez anos, tenha economia de R$ 1,1 trilhão com as mudanças no sistema previdenciário brasileiro. Assim, os integrantes dessa faixa, não são acolhidos pela calculadora da Previdência.

    Leia tudo sobre: Aplicativo