Tamanho do texto

Estresse na Câmara dos Deputados e possibilidade de a reforma não encerrar sua tramitação em julho pode ter influenciado o declínio; leia e entenda

Nesta sexta-feira (12) o Ibovespa, principal índice da bolsa brasileira, fechou aos 103.905 pontos, queda de 1,18%, — a maior desde o dia 25 de junho. A tramitação da reforma da Previdência na Câmara dos Deputados pode ser um dos fatores que influenciou o declínio. 

Leiatambém:  Bolsa renova recorde histórico e ultrapassa os 102 mil pontos

Bolsa de valores arrow-options
shutterstock
Bolsa de valores


Leia também: À espera da Previdência, Bolsa volta a bater recorde e dólar vai a R$ 3,76

A sexta (12) foi marcada pela votação dos destaques na Câmara dos Deputados , processo que até o fechamento da bolsa não tinha acabado. A intenção é que a reforma da Previdência encerre sua trâmitação na Câmara até o dia 18 de julho, início do recesso parlamentar.