Tamanho do texto

Empresários mineiros faturaram R$ 2 milhões com a Fofostore no último ano e pretendem dobrar de tamanho em 2016

Marcelo Abritta, Charles Simão e Bruno Scolari são os sócios da Fofostore
Divulgação
Marcelo Abritta, Charles Simão e Bruno Scolari são os sócios da Fofostore


Charles Simão, Marcelo Abritta e Bruno Scolari são três amigos de Belo Horizonte. Eles são formados, respectivamente, em administração de empresas, engenharia aeronáutica e engenharia de produção por grandes universidades. No ano de 2014, porém, deixaram seus empregos seguros – Scolari, por exemplo, trabalhava na Vale – e mudaram o rumo de suas carreiras ao investir em um negócio incomum e arriscado.

Aproveitando a grande aceitação dos emojis, constantemente usados em aplicativos de mensagens e legendas de imagens nas redes sociais, os amigos se tornaram sócios e criaram a Fofostore, loja em que as pessoas podem encontrar pelúcias que reproduzem as figuras utilizadas na internet.

No início, o empreendimento funcionava apenas como e-commerce, mas os empresários já trabalhavam com a ideia de abrir lojas físicas, conta Simão. Foi o que aconteceu em 2015, quando os sócios conseguiram faturar R$ 2 milhões. Eles inauguraram o primeiro quiosque da Fofostore, no mês de agosto, no BH Shopping, em Belo Horizonte. Nos meses de setembro e novembro, foram inauguradas, respectivamente, as unidades do Shopping Cidade (também em Belo Horizonte) e do Shopping Ibirapuera, em São Paulo. 

Fofostore trabalha com a venda de emojis de pelúcia
Divulgação
Fofostore trabalha com a venda de emojis de pelúcia






O administrador também explica que não foi necessário obter nenhum tipo de autorização para reproduzir as imagens. "Emojis são linguagem de computador, então eles podem ser usados livremente", diz.

Os produtos da loja custam, em média, R$ 69,90 e há diversas opções de estampas. A Fofostore também oferece algumas variedades, como kits e chaveiros de pelúcia. Segundo Simão, canecas serão colocadas à disposição dos clientes em breve. 

A intenção, agora, é aumentar estes números em 100%. Para isso, farão investimento de R$ 1 milhão, com a meta de inaugurar, no mínimo, mais 10 unidades próprias até o final de 2016. Além disso, os empreendedores passarão a trabalhar com sistema de franquias. Simão diz que há interessados em todos os estados do Brasil. 

Veja alguns dos emojis de pelúcia


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas