Tamanho do texto

Segundo a ANP, preço médio do litro do combustível registrou leve queda na semana entre 4 e 10 de fevereiro, passando de R$ 4,221 para R$ 4,212

Última vez em que o preço da gasolina apresentou redução foi na semana entre 22 e 28 de outubro
shutterstock
Última vez em que o preço da gasolina apresentou redução foi na semana entre 22 e 28 de outubro

Após 14 semanas consecutivas em alta, a gasolina voltou a registrar uma leve redução nos preços para os consumidores. De acordo com a ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), o litro do combustível passou de R$ 4,221, entre os dias 28 de janeiro e 3 de fevereiro, para R$ 4,212, entre 4 e 10 de fevereiro.

Leia também: Projeção para inflação cai pela segunda vez consecutiva e fica em 3,84%, diz BC

O levantamento da ANP foi realizado a partir da consulta em 5.761 postos de combustível. Segundo a mesma pesquisa, a última vez em que o preço médio da gasolina registrou queda no País foi na semana entre 22 e 28 de outubro, quando o combustível passou de R$ 3,886 para R$ 3,878. Desde o ano passado, a Petrobras tem realizado uma série de mudanças nos preços de combustíveis.

Leia também: Petrobras, Metrô e PGE-SP têm concursos públicos com salários de até R$ 22 mil

Com a adoção da nova política, em 3 de julho de 2017, o preço médio do litro da gasolina nos postos registrou alta de 20,7%, passando de R$ 3,489, na ocasião, para os atuais R$ 4,221. De acordo com a estatal, as variações frequentes fazem parte de uma estratégia que busca ter um alinhamento maior com o mercado internacional.

"Em busca de convergência no curto prazo com a paridade do mercado internacional, analisamos nossa participação no mercado interno e avaliamos frequentemente se haverá manutenção, redução ou aumento nos preços praticados nas refinarias. Sendo assim, os ajustes nos preços podem ser realizados a qualquer momento, inclusive diariamente", explica a empresa.

Queda de preços em refinarias

A Petrobras divulgou três revisões no preço da gasolina para as refinarias na semana entre 4 e 10 de fevereiro. A primeira delas, realizada no dia 6, elevou o preço do combustível em 0,5%. Em seguida, em 8 e 9 de fevereiro, o preço para as refinarias caiu 1,5% e 3%, respectivamente.

Leia também: Uber forçará motoristas a tirarem pausa depois de 12 horas no volante

Nesta sexta-feira (16), a estatal reduziu o preço da gasolina para as refinarias em 3,9%, e para o sábado (17), a empresa divulgou alta de 1,5%. A estatal reduziu o preço do diesel para as refinarias em 2,3% nesta sexta-feira e divulgou queda de 0,8% para o sábado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.