Tamanho do texto

As duas torres têm quase 300 metros de altura e ficam localizadas em Balneário Camboriú, em Santa Catarina; cada unidade custa R$ 4 milhões

Yachthouse%2C prédio mais alto do mundo arrow-options
Divulgação
Yachthouse, prédio mais alto do mundo

O prédio residencial mais alto da América Latina é brasileiro. O conjunto de duas torres erguido em Balneário Camboriú, em Santa Catarina, colocou o País no topo do ranking com um edifício de 81 andares e 281 metros de altura.

Leia também: Empresa vende 'tênis de Jesus' com água benta e crucifixo por R$ 12 mil

A obra de mais de R$ 200 milhões é de responsabilidade do Grupo Pasqualotto & GT, e recebe o nome de Yachthouse Residence Club. Entre os futuros moradores estão celebridades como o jogador Neymar Jr., que adquiriu a cobertura quando ainda estava na planta.

Em fase final de construção, ainda falta concluir os helipontos do empreendimento e colocar os vidros, além de outros acabamentos internos no prédio, que já chama a atenção pelo tamanho. 

Nos último dias, o imóvel passou por testes de pressão de vento e estabilidade e a expectativa é de que umas das torres seja entregue em dezembro de 2020.

Para construir o Yachthouse foram necessários cerca de 600 trabalhadores, mais de 87 mil metros cúbicos de concreto e 12 mil toneladas de aço - que compõem o design das torres assinadas pela italiana Pinifarina.

Elevadores mais rápidos do Brasil

Entre as curiosidades do prédio mais alto da América Latina , que fica localizado na nova “Dubai brasileira”, como é chamada a cidade de Balneário Camboriú , estão os 22 elevadores que custaram R$ 21 milhões e prometem ser os mais rápidos do Brasil, segundo a Atlas Schindler: em apenas 50 segundos será possível chegar do primeiro ao 78º andar.

Na área de lazer de 10 mil metros quadrados estão distribuídos playgrounds, bistrô, piscina e bar molhado. Quem ficar com as coberturas também poderá usufruir de dois helipontos homologados tanto para voos diurnos, como noturnos.

Leia também: Megaleilão do pré-sal bate recorde de inscritos

Aos interessados em adquirir um apartamento por lá - e se tornar vizinho de famosos como o jogador Luiz Gustavo e os músicos Luan Santana, Sorocaba, Alexandre Pires e Hugo Pena - será necessário desembolsar cerca de R$ 4 milhões. As unidades de 450 metros quadrados incluem quatro suítes, banheira de hidromassagem e três vagas na garagem.