Tamanho do texto

O diretor de Finanças José Flavio Ferreira Ramos foi o escolhido; troca de comando acontece após a demissão de Joaquim Levy, no último domingo (16)

Agência Brasil

O Conselho de Administração do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social ( BNDES ) elegeu o diretor de Finanças, José Flavio Ferreira Ramos, como presidente interino da instituição até a posse de Gustavo Henrique Moreira Montezano.

Leia também: "Tem tudo para dar certo", diz Bolsonaro sobre Montezano na presidência do BNDES

Gustavo Montezano
Divulgação/Ministério da Economia
Gustavo Montezano foi o escolhido pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, para substituir Joaquim Levy

O anúncio foi feito hoje (18), após reunião extraordinária realizada na última segunda-feira. Gustavo Montezano foi indicado ao cargo , pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.

Montezano foi anunciado ontem (17) como presidente do BNDES pelo Ministério da Economia para substituir Joaquim Levy, que renunciou à presidência da instituição financeira no domingo (16).

No sábado (15), o presidente Jair Bolsonaro disse que Joaquim Levy estava "com a cabeça a prêmio há algum tempo”, em frente ao Palácio da Alvorada, pouco antes de embarcar para um evento no Rio Grande do Sul .

O motivo do descontentamento, disse Bolsonaro, foi a nomeação do advogado Marcos Barbosa Pinto para o cargo de diretor de Mercado de Capitais do BNDES. Para o presidente, o nome não era de confiança, e “gente suspeita” não pode ocupar cargo em seu governo.

Leia também: Funcionários do BNDES marcam manifestação para próxima quarta-feira, dia 19

Na noite de sábado, Barbosa Pinto entregou sua carta de renúncia ao cargo. Ele foi chefe de gabinete de Demian Fiocca na presidência do BNDES durante o governo de Luiz Inácio Lula da Silva.