Tamanho do texto

Em janeiro deste ano, Carlos Victor Nagem foi indicado para a gerência de Inteligência e Segurança, mas foi vetado pelo processo interno da estatal

Bolsonaro e Carlos Victor Nagem
Reprodução
Amigo de Bolsonaro, Carlos Victor Nagem será assessor da Presidência da Petrobras

A Petrobras informou nesta quarta-feira (5) que o funcionário Carlos Victor Nagem foi nomeado assessor da presidência da empresa. Ele é amigo particular do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Leia também: Petrobras coloca à venda duas concessões terrestres na Bahia

Segundo a estatal, o amigo de Bolsonaro vai atuar “em projetos especiais da área de Inteligência e Segurança Corporativa (ISC) entre os quais o Programa Integrado Petrobras de
Proteção de Dutos (Pró-Dutos)”.

Esse programa será lançado na próxima sexta-feira (7) e terá como objetivo evitar o número elevado de roubo de combustíveis em dutos de sua subsidiária Transpetro.

Leia também: Bolsonaro elogia presidente da Petrobras por redução no preço do combustível

Carlos Victor Nagem tinha sido indicado pelo presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, para ocupar a gerência de Inteligência e Segurança da Petrobras em janeiro, mas seu nome foi vetado pelo processo interno de avaliação por falta de experiência gerencial. Nagem iria ocupar a vaga deixada por Regina de Luca, demitida do cargo em dezembro do ano passado.

Leia também: STF deve rever decisão que dificulta privatização de estatais

Conhecido como Capitão Victor, o amigo de Bolsonaro é graduado em Administração pela Escola Naval e é funcionário da Petrobras há onze anos, dos quais seis lotado na ISC. Segundo a empresa, ele tem dez anos de docência no ensino superior e é Capitão Tenente da reserva da Marinha.