Tamanho do texto

O mercado em potencial e o possível aumento da demanda pela criptomoeda podem fazer com que o valor de mercado dispare

Após a valorização de 20% em apenas uma semana no início de abril deste ano, o Bitcoin voltou a ser assunto. O trader de criptomoedas Josh Rager disse que essa pode ser a última vez que pessoas comuns poderão realmente comprar um Bitcoin inteiro. Já Wences Casares, conselheiro do PayPal, disse em um artigo publicado no Kana and Katana, que o Bitcoin pode valer mais de US$ 1 milhão, cerca de R$ 3,9 milhões daqui sete ou dez anos. O especialista Maicon Santos opina que as chances disso acontecer são de, no mínimo, 50%.

Leia também: Você conhece a criptomoeda Bitcoin? Confira mitos e verdades sobre ela

Desenho de um foguete com o símbolo do Bitcoin
Reprodução
O Bitcoin pode passar a valer mais de 3 milhões de reais nos próximos anos

Apesar das afirmações ainda serem vistas com desconfiança por quem conhece a volatilidade das criptomoedas, tudo se encaminha para o “boom” deste mercado. Maicon Santos explica que a previsão de Casares faz sentido porque “há um crescimento dos milhões de usuários que aderem progressivamente às criptomoedas. Nos 10 anos ininterruptos de atuação, os bitcoins conquistaram mais de 60 milhões de pessoas. Atualmente, a média é de 1 milhão de novos usuários por mês”.

Outra razão é que existem investimentos de cerca de U$ 9 trilhões em ouro e U$ 66 trilhões em ações, sem contar o dinheiro investido em imóveis e outras opções que o mercado nos oferece. Se apenas U$ 1 trilhão desses mercados forem migrados para o Bitcoin, já seria o suficiente para ele valorize mais de $100.000,00.

Esse ponto ainda é reforçado com a informação de que existem mais milionários do que Bitcoins no mundo. Isso significa que, se cada um comprasse uma moeda, ocasionaria uma forte demanda e, consequentemente, a valorização do ativo.

 “A internet ainda não possui uma moeda e ela está desesperadamente precisando de uma. O Bitcoin se enquadra perfeitamente como uma moeda digital segura e global. É só uma questão de tempo para o mundo perceber isso”, explica o investidor.

recomendação mais comum para os investidores iniciantes é não comprar uma quantidade de Bitcoins superior ao que estaria disposto a perder. Mas, nesse cenário próspero para o investidor, não ter nenhum bitcoin é um erro ainda maior. "Por que? É simples. Se você tem um portfólio de U$ 10 milhões e investe U$100 mil, esse valor representa apenas 1% do capital. Se o investimento der certo, de 7 a 10 anos, esses U$100 mil podem valer mais de U$25 milhões. Isso é mais de duas vezes o tamanho do portfólio inteiro", finaliza Maicon.

Você pode comprar e vender o Bitcoin e outras moedas com muita segurança na plataforma IG TradeCoin .