Tamanho do texto

Investidor e especialista em criptomoedas, Maicon Santos esclarece dúvidas sobre a principal moeda digital do mercado

Quase todo mundo sabe o que é Bitcoin e muitos já pensaram em investir na criptomoeda atraídos pelos grandes picos de valorização característicos dela. Mas ainda há muita insegurança rondando o assunto. “A criptomoeda Bitcoin é ilegal?”, “Essa moeda digital possibilita a lavagem de dinheiro?”, e “É confiável?” são algumas perguntas constantes.

Leia também: Não é só Bitcoin! Conheça outras criptomoedas importantes

A imagem mostra a representação da criptomoeda Bitcoin
shutterstock
A criptomoeda Bitcoin é a mais conhecida do mundo

O investidor e especialista em criptomoedas, Maicon Santos esclarece algumas dúvidas sobre a criptomoeda Bitcoin classificando-as em mito ou verdade.

O Bitcoin é 100% anônimo?

Mito. A rede blockchain por onde as transações são realizadas é pública. Assim, qualquer movimentação pode ser visualizada e pesquisada na internet. A diferença para os bancos tradicionais é que os usuários não são identificados por dados, mas sim com pseudônimos que representam o endereço da carteira de Bitcoin . Assim o registro fica algo parecido com: de 17SkEw2md5avVNy para 13BaNq1jmXV1J7Abk2tE2.

Mas, mesmo com pseudônimos, a transação pode ser ligada a uma pessoa quando as carteiras são de exchanges que validam os usuários. Diante da possibilidade de identificação foi criada a altcoin Zcash que promete anonimato total em suas transações.

O Bitcoin é ilegal?

Mito. De acordo com o site CoinDance, o Bitcoin é legal ou pelo menos não proibido em 111 países ao redor do mundo. Alguns países já estão até mesmo regulamentando o uso da moeda criptografada. Vale ressaltar que o Bitcoin não ser regularizado em determinado local, não significa que ele é ilegal.

As transações com a criptomoeda Bitcoin são irreversíveis?

Verdade. A partir do momento em que uma transação é anexada ao bloco e inserida no blockchain, ela se torna imutável. Por isso é importante prestar muita atenção ao realizar uma transferência de Bitcoin.

Bitcoin é uma pirâmide?

Mito. O Bitcoin é um ativo criptográfico e não tem nenhuma ligação com esquema de pirâmide financeira. Essa dúvida costuma surgir da existência de esquemas ilegais de captação de fundos pelo Bitcoin. Eles prometem rendimentos fixos acima da média do mercado, mas em pouco tempo acabam tornando-se insustentáveis, lesando a maioria dos investidores.

O golpe acontece também com moedas tradicionais como real e dólar. O problema está nos modelos fraudulentos que podem ser facilmente identificados pelas promessas de altos rendimentos mensais.

Leia também: Entenda como funcionam as criptomoedas

Bitcoin é o ativo das últimas décadas que mais se semelha ao ouro?

Verdade. Devido sua escassez e utilidade o Bitcoin é muito procurado atualmente para reserva de valor, o que acontecia com o ouro. A diferença é que a criptomoeda possui portabilidade, divisibilidade e fungibilidade, além de ser limitada – tem apenas 21 milhões de unidades – enquanto o ouro é escasso.

Já se pode comprar no comércio com o Bitcoin?

Verdade. Já é possível utilizar o Bitcoin para fazer compras no mundo todo, em diferentes tipos de comércio. De acordo com Maicon Santos, em alguns casos há também a possibilidade de ir a um caixa eletrônico e sacar o valor na moeda local.

Bitcoin possibilita a lavagem de dinheiro?

Mito. Lavar dinheiro é tornar o dinheiro ganho de forma ilegal em algo legal, ou seja, o dinheiro é fruto de crime  mas a pessoa diz que ganhou vendendo roupa, por exemplo. Não tem como alguém dizer que ganhou Bitcoins do céu, a criptomoeda precisa ser comprada com dinheiro já legalizado e é necessário declarar de quem foi comprado. Se houver fraude qualquer profissional que investigar pode identificar facilmente.

A mineração é muito lucrativa?

Mito. Minerar a criptomoeda Bitcoin já foi algo simples e lucrativo, mas atualmente os altos custos da infraestrutura e do consumo de energia elétrica necessários restringe a atividade a grandes corporações do ramo.