Tamanho do texto

Evento tem quatro dias de duração e oferece mais de seis mil vagas na sede do Sindicato dos Comerciários. É preciso levar documentos e currículo; fila já chegou a reunir 15 mil pessoas, segundo organizadores do evento. Confira

Mutirão de empregos no Anhangabaú reuniu 15 mil em São Paulo
Reprodução/TV Globo
Mutirão de empregos no Anhangabaú reuniu 15 mil em São Paulo

Aglomerados em uma fila no Vale do Anhangabaú, no centro de São Paulo, muitos brasileiros participam, nesta terça-feira (26), do Mutirão do Emprego. O evento, que é organizado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho e o Sindicato dos Comerciários, oferece seis mil postos de trabalho.

Leia também: Por medo de boicote, Guedes não vai à CCJ discutir Previdência e oposição cobra

As vagas abrangem os segmentos de telemarketing, operador de caixa, atendente e vendedor de loja. Segundo a prefeitura de São Paulo, a ação no Anhangabaú faz parte de uma parceria firmada com o sindicato.

No primeiro dia do mutirão, serão distribuídas as senhas para todos os quatro dias. De acordo com um balanço da União Geral dos Trabalhadores (UGT), mais de 15 mil pessoas chegaram a formar a fila nesta terça-feira.

O atendimento será feito até sexta-feira (29), no prédio do Sindicato dos Comerciários, na Rua Formosa, 99, das 8h às 17h. Para se candidatar a uma vaga de emprego basta levar carteira de identidade, Cadastro de Pessoa Física (CPF), carteira de trabalho e currículo impresso.

Leia também: Preço do diesel não poderá mais sofrer ajustes diários, decide Petrobras

“Essa união tem um único objetivo: oferecer à população uma oportunidade de reconquistar sua posição no mercado de trabalho. Com a diversidade de vagas oferecidas, os interessados podem se candidatar a uma oportunidade em que já têm experiência ou até mesmo para uma nova área de atuação”, afirmou a secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Aline Cardoso.

De acordo com a prefeitura, os cargos com mais oportunidades aos trabalhadores são os de  telemarketing e de operador de caixa, com mais de mil vagas para cada. Há ainda pontos de trabalho para pessoas com deficiência, que podem se candidatar para empacotador, balconista, repositor e jovem aprendiz. Muitas dessas vagas de emprego têm como requisitos mínimos ensino fundamental completo e idade acima de 16 anos.

Desemprego em São Paulo

Mutirão no Anhangabaú vem em momento de alto desemprego na Região Metropolitana de São Paulo
Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Mutirão no Anhangabaú vem em momento de alto desemprego na Região Metropolitana de São Paulo

Segundo a Pesquisa de Emprego e Desemprego, feito pela Fundação Seade e pelo Dieese, a taxa total de desemprego na Região Metropolitana de São Paulo se manteve relativamente estável entre janeiro e fevereiro deste ano, passando de 15,3% para 15,5%, respectivamente.

Leia também: Com 173 mil novos empregos, Brasil tem melhor fevereiro desde 2014

O número total de desempregados foi estimado em 1,7 milhão de pessoas em fevereiro, ou seja, 12 mil a mais do que no mês anterior, de acordo com o levantamento. O mutirão de empregos no Anhangabaú é, afirma a prefeitura, uma forma de dar oportunidades a essa parcela da população.

*Com informações da Agência Brasil