Tamanho do texto

Até então, petroleira podia reajustar o valor do combustível em pequenos intervalos, podendo acontecer até diariamente. Entenda as mudanças

Preço do diesel nas refinarias não poderá mais ser reajustado diariamente, informou a Petrobras
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
Preço do diesel nas refinarias não poderá mais ser reajustado diariamente, informou a Petrobras


A Petrobras anunciou, nesta terça-feira (26), mudanças nas regras de periodicidade para ajustes no preço do diesel. A partir da decisão, os valores não poderão ser modificados dentro de períodos menores do que 15 dias.

Leia também: Preços dos combustíveis sobem mais uma vez e governo já monitora risco de greve

Ate então, com o o fim do programa de subsídios lançado pelo governo após a greve dos caminhoneiros, que aconteceu em maio do ano passado, a estatal permitia que  preço do diesel  fosse reajustado diariamente. 

A petroleira disse que vai continuar usando mecanismos de proteção financeira para preservar a rentabilidade de suas operações. “Ficam mantidos os princípios que balizam a prática de preços competitivos, como preço de paridade internacional (PPI), margens para remuneração dos riscos inerentes à operação e nível de participação no mercado”,  informou, em nota.

No fim do ano passado, a Petrobras anunciou um mecanismo financeiro de proteção à política de preços do diesel, semelhante ao já utilizado na gasolina, que permite à estatal manter o valor nas refinarias estável por um período de até sete dias em momentos de alta volatilidade.

Leia também: Por medo de boicote, Guedes não vai à CCJ discutir Previdência

Dessa forma, os preços do combustível praticados nos mercados internacionais e a cotação do dólar continuam interferindo diretamente no valor do diesel .

 A Petrobras também afirmou que o valor do combustível nas refinarias corresponde a cerca de 54% do preço levado ao consumidor final. "Esse preço representa cerca de metade do valor do diesel vendido nos postos, já que, no preço final ao consumidor, são adicionados os tributos, o custo do biodiesel e as margens de distribuidoras e revendedores", disse. 

Além do preço do diesel, Petrobras lança cartão

Petrobras lança novo cartão para que caminhoneiros comprem diesel a preço fixo
Fernando Frazão/Agência Brasil
Petrobras lança novo cartão para que caminhoneiros comprem diesel a preço fixo


Leia também: Governo monitora primeiras movimentações para nova greve de caminhoneiros

Além na mudança na política de preço do diesel , a Petrobras anunciou, também, que está desenvolvendo o Cartão Caminhoneiro, para que caminhoneiros possam comprar o litro do combustível a um preço fixo nos postos com bandeira BR. "O cartão servirá como uma opção de proteção da volatilidade de preços, garantindo assim a estabilidade durante a realização de viagens", explicou a estatal.

*Com informações da Agência Brasil