Rodrigo Garcia diz que solicitou estudos para derrubar corte de aposentarias dos servidores
Reprodução 04/04/2022
Rodrigo Garcia diz que solicitou estudos para derrubar corte de aposentarias dos servidores

O governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), prometeu rever o corte de 14% nas aposentadorias de servidores estaduais caso seja reeleito. A declaração foi dada em entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura, nesta segunda-feira (4).

Garcia informou que conversa com a secretária da Fazenda para viabilizar o fim do corte. Entretanto, o governador informou que poderá alterar a proposta apenas após as eleições por conta da lei eleitoral.

"São mais de 300 mil pessoas que não contribuíam com a previdência e passaram a contribuir. Neste ano eleitoral não pode mais mexer nisso por conta da Lei de Responsabilidade Fiscal, mas eu já pedi para o nosso secretário de Fazenda e para a SPPrev [São Paulo Previdência] avaliarem o que eu posso fazer ano que vem", declarou.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG

"É natural que, se a gente conseguir ter recursos públicos para fazer com que o desconto não seja mais aplicado a partir do ano que vem, eu farei isso. Vamos discutir isso sim, depois da eleição", concluiu.

A proposta que obriga aposentados a contribuírem com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) foi instituída pelo ex-governador do estado João Dória, em 2020. Na época, o governo estadual justificou a necessidade de reduzir o rombo de R$ 1 trilhão na previdência estadual.

Desde então, aposentados que recebem de um salário mínimo até o teto de R$ 7 mil devem contribuir entre 11% e 14% com o INSS. Parlamentares da Assembleia Legislativa (Alesp) tentam reverter a medida, mas esbarra na maioria governista.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários