Vice-presidente Hamilton Mourão disse que a inflação vai cair em breve
Pablo Jacob/Agência O Globo/03-11-2020
Vice-presidente Hamilton Mourão disse que a inflação vai cair em breve

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão , disse nesta segunda-feira (4) ser inviável a mudança da política de preços da Petrobras, que obriga o reajuste dos combustíveis de acordo com parâmetros internacionais. 

"Acho extremamente complicado. Acho que não há condições de fazer isso por uma razão muito simples: nós importamos combustível. E se alguém vai importar combustível por um preço X e vender aqui a Y, que é menor que X, não tem como, essa conta não para em pé", disse Mourão à jornalistas.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG 

O presidente Jair Bolsonaro, insatisfeito com a companhia, disse que o novo comandante da estatal vai estudar a possibilidade de mudança da política .

Desde outubro de 2016, a Petrobras adota a política de Preços de Paridade de Importação (PPI), que vincula o preço dos derivados de petróleo ao mercado internacional. Após cinco anos da mudança, o combustível no Brasil concentra a maior alta da história, superando a inflação em mais de 30% .

O vice-presidente também comemorou a redução do ICMS e afirmou que ela não vai afetar o caixa de governadores.

"Vários governadores de imediato tomaram as providências no sentido da redução no ICMS, de acordo com o que tinha sido aprovado pelo Congresso. Outros buscaram recorrer, mas também já diminuíram. Como o preço do combustível está lá em cima, acho que a arrecadação não está caindo, muito pelo contrário, todo mundo está arrecadando mais", declarou.

Mourão completou dizendo que espera queda na inflação nos próximos meses, como sugeriu Campos Neto , Presidente do Banco Central (BC). 

"Se espera uma redução. O próprio presidente do Banco Central já disse que vai começar a refecer e óbvio que a questão do preço do combustível é um dos indicadores. Também houve redução do ICMS em energia, que é outro item que também tem uma influência muito grande na inflação. Acho que teremos dias um pouco melhores".


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários