Secretário de Guedes deixa cargo após privatização da Eletrobras
Reprodução/Instagram
Secretário de Guedes deixa cargo após privatização da Eletrobras

O secretário de Desestatização Desinvestimento e Mercados do Ministério da Economia, Diogo Mac Cord, decidiu deixar o cargo. A saída dele ocorre após a privatização da Eletrobras. Ele já informou ao ministro da Economia, Paulo Guedes, da decisão.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG

De acordo com integrantes da equipe econômica, Mac Cord deve deixar o cargo efetivamente até o fim do mês, depois de ser anunciado o seu substituto.

Mac Cord foi um dos principais responsáveis pelo processo de privatização da Eletrobras, concluído nesta semana. Agora, deve voltar para a iniciativa privada, de onde é egresso.

Integrante da equipe de Guedes desde o começo do governo, ele assumiu o cargo de secretário de Desestatização após a saída do empresário Salim Mattar, em agosto de 2020.

Antes, foi secretário de Desenvolvimento de Infraestrutura, cargo que assumiu logo no início da gestão Bolsonaro. Assim, ele era um dos últimos titulares da equipe original de Guedes que ainda estava na pasta.

O secretário era assumiu o cargo com a missão de fazer deslanchar o programa de privatizações, que andou mais efetivamente neste ano. A primeira venda de uma empresa feita diretamente pelo governo ocorreu no início deste ano, com a privatização da Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa), estatal federal que administra portos do estado. O leilão foi feito em janeiro e serviu como teste para a aguardada privatização do Porto de Santos (SP), o maior do país, ainda prevista para este ano.

O governo destaca sempre as vendas de subsidiárias como a BR Distribuidora e de participações minoritárias do BNDES que já chegam a R$ 250 bilhões.

Mac Cord era consultor da KPMG antes de ir para o Ministério da Economia. Ele é engenheiro mecânico, mestre em Administração Pública e doutor em sistemas de potência.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários