Ações da Eletrobras tem forte queda após fixação de preços
Agência Brasil
Ações da Eletrobras tem forte queda após fixação de preços

Os papéis da Eletrobras têm forte queda na Bolsa nesta sexta-feira (10) um dia após a companhia ter fixado em R$ 42 o preço por ação ordinária em uma oferta pública que resultou em sua privatização. Por volta das 13h, as ações ordinárias (ELET3) caíam 3,79%, cotadas a R$ 41,41. As preferenciais (ELET6) desabavam 5,79%, negociadas a R$ 40,04.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG

A Eletrobras finalizou ontem seu processo de capitalização. O preço fixado pela companhia para as ações ordinárias ficou abaixo da cotação após o fechamento na Bolsa nesta quinta, que foi de R$ 43,04.

"O preço por ação foi fixado em R$ 42, perfazendo o montante total de R$ 29.294.027.952,00", informou a Eletrobras.

O total da operação pode chegar a R$ 33,68 bilhões, segundo especialistas do mercado financeiro. Se ocorrer como previsto, a privatização deve movimentar R$ 67 bilhões ao longo dos próximos anos

Esta é a maior oferta de ações desde 2010, com a megacapitalização da Petrobras, que movimentou R$ 120 bilhões.

O modelo de venda da Eletrobras não é o clássico via um leilão, no qual o controlador estatal vende a sua participação acionária para um participante. Em uma oferta primária, a companhia vai emitir novas ações e vender simultaneamente no mercado brasileiro e americano. Na secundária, a União venderá ações para atingir a participação de 45%.

Com a privatização, o governo deixa de ser o sócio majoritário da empresa. A União ficará com 45% das ações, e os novos acionistas, com os 55% restantes.

O prazo para os investidores manifestarem a intenção de compra e reserva de ações teve início na última sexta-feira e se encerrou nesta quarta-feira.

O governo autorizou o uso de até 50% do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) para a compra de papéis da Eletrobras. 

Somente pelo Fundo, a demanda chegou a R$ 9 bilhões, acima do limite estipulado pelo governo, de R$ 6 bilhões. Por isso, deverá ter um rateio entre os interessados.

Ibovespa e dólar

O Ibovespa opera em baixa nesta sexta-feira (10), acompanhando a inflação acima do esperado nos Estados Unidos. Por volta das 13h30, a queda era de 1,12%, a 105.808,39 pontos. 

A inflação americana atingiu 8,6% no acumulado em 12 meses até maio – a maior taxa desde dezembro de 1981.

O dólar segue movimento contrário, com alta de 1,83% e cotado a R$ 4,9973.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários