PT aciona Justiça para suspender privatização da Eletrobras
Felipe Moreno
PT aciona Justiça para suspender privatização da Eletrobras

Congressistas do Partido dos Trabalhadores (PT) entraram na Justiça com uma ação popular nesta segunda-feira (18) para impedir a privatização da Eletrobras, que está em fase final de avaliação pelo TCU (Tribunal de Contas da União). A informação é da agência Reuters. 

A ação foi protocolada na 7ª Vara Federal Cível do Distrito Federal e alega subvalorização no preço da empresa. Segundo o texto do partido, a precificação ignorou R$ 46 bilhões em reservas de potência das usinas hidrelétricas da estatal.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia 

"Essa semana o TCU retoma o julgamento da privatização da Eletrobras. Além do preço baixíssimo de venda, governo Bolsonaro está no fim. Não dá pra entregar empresa estratégica às vésperas das eleições. Temos ação judicial pra que TCU não permita isso", disse Gleisi Hoffmann no Twitter. 


Leia Também

AO mesmo tempo, o partido pediu ao TCU para suspender o julgamento, alegando que o governo de não divulgou à sociedade os impactos tarifários advindos da privatização.

O Tribunal de Contas da União (TCU) julga a privatização da Eletrobras  nessa quarta-feira em meio a uma série de dúvidas sobre se de fato o governo irá conseguir desestatizar a empresa neste ano. Apesar de haver um cenário favorável à operação, o risco de adiamento do julgamento pode impedir a venda da empresa neste ano.

Com um processo que acabou politizado, o principal foco de disputa agora gira em torno do provável pedido de vista (mais tempo para analisar o assunto) do ministro Vital do Rêgo, levando a um novo adiamento da conclusão do processo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários