Caixa será a responsável por gerir a nova loteria do governo federal
Marcelo Camargo/Agência Brasil - 13.09.2019
Caixa será a responsável por gerir a nova loteria do governo federal

Em momento de alta da inflação, tentativa de legalização dos jogos de azar pelo Congresso, e busca por “dinheiro esquecido”, o governo autoriza a Caixa a lançar sua 11ª loteria. A “+Milionária” terá aposta mínima de R$ 6 e os sorteios podem começar a partir de maio.

A nova loteria vem na esteira de um ano de recordes no setor para a Caixa. Em 2021, o banco arrecadou R$ 18,5 bilhões com as vendas de todos os jogos. Atualmente, são dez opções disponíveis: Mega-Sena, Lotofácil, Quina, Lotomania, Timemania, Dupla Senad, Federal, Loteca, Dia de Sorte e Super Sete.

A Caixa ainda não divulgou detalhes sobre a nova modalidade de aposta. Todas as informações disponíveis estão na autorização para a loteria, publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira.

O jogo da “+Milionária” custará R$ 6 para a aposta simples, mas também será permitida a aposta combinada. O sistema será parecido com o dos outros jogos.

Leia Também

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia

O apostador terá um volante em que poderá escolher os números, que estarão divididos em dois conjuntos. O primeiro terá números que vão do 1 ao 50, e poderão ser escolhidos no mínimo seis e no máximo 12 números. O segundo conjunto irá do 1 ao 6, e o apostador precisará escolher no mínimo dois números, mas pode selecionar todas as opções.

A partir dessa seleção é feita a aposta. A autorização é para que sejam realizados sorteios semanais.

Procurada para mais detalhes sobre a nova aposta, a Caixa informou que "Os detalhes do produto ainda estão em elaboração e serão divulgados oportunamente".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários