Brasileiros já pagaram R$ 40 bilhões em impostos e subsídios na conta de luz em 2022
Fernanda Capelli
Brasileiros já pagaram R$ 40 bilhões em impostos e subsídios na conta de luz em 2022

De acordo com dados da Associação dos Grandes Consumidores Industriais de Energia (Abrace), os brasileiros já pagaram R$ 40 bilhões de impostos e subsídios só na conta de luz neste ano. Até o fim do ano, a conta será de R$ 144 bilhões. O estudo mostra um aumento de 47% no valor dessas taxas e encargos ao longo dos últimos quatro anos. Além disso, a associação aponta que o Brasil tem a segunda conta de luz mais cara do mundo.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia

A energia é responsável por 1/4 do orçamento de uma família brasileira. Ela está na conta de luz e em tudo o que os consumidores compram e usam. Metade do que os brasileiros pagam na conta não é energia elétrica, mas sim impostos, taxas e subsídios destinados a investimentos que, muitas vezes, sequer estão relacionados à energia elétrica.

Segundo o especialista Victor Iocca da Abrace, tornou-se "fácil arrecadar no setor elétrico". "O que acontece no Brasil atualmente é o acúmulo de políticas públicas que estão vinculadas ao pagamento de luz, como o subsídio de carvão mineral na Região Sul do país", afirmou.

Leia Também

O Medidor do Peso da Luz criado pela Abrace indica que, até o fim deste ano, os impostos e subsídios pagos pela população vão superar os do ano passado, com R$ 44 bilhões a mais do que o desembolsado pelos consumidores em 2021. O montante equivale a 1,5% o orçamento do Auxílio Brasil e quase o dobro do investimento do governo para o ano.

Se considerada em separado, a energia representa o segundo item de custo da cesta básica dos brasileiros. A redução de 50% no custo da energia e do gás natural representaria um aumento adicional no PIB de 1,1% ao ano, e promoveria a abertura de 12,4 milhões de postos de trabalho em uma década.

"Pegando uma média de países até desenvolvidos e pelo valor da renda, o Brasil é sim o segundo pais com a conta de luz mais cara do mundo", disse o especialista.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários