Golpistas lançam aplicativos falsos do FGTS para roubar dados dos trabalhadores
Fernando Frazão/Agência Brasil
Golpistas lançam aplicativos falsos do FGTS para roubar dados dos trabalhadores

Desde que a Caixa Econômica Federal liberou a nova versão do aplicativo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) na sexta-feira (8) bandidos aproveitaram para aplicar mais um golpe. Eles disponibilizaram ferramentas falsas do benefício na internet, que podem acessar informações pessoais e a rede de contato dos usuários. Em tempos de consulta do saque extraordinário do fundo, os trabalhadores precisam ficar em alerta.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia

Para evitar o golpe, os trabalhadores precisam verificar o desenvolvedor do aplicativo antes de instalá-lo. A ferramenta original é desenvolvida pela Caixa e pode ser baixada no site oficial do banco (fgts.caixa.gov.br), essa é maneira mais segura de instalar o app. No mesmo endereço eletrônico, é possível fazer a consulta online do saldo sem precisar instalar o aplicativo.

A Caixa ressalta que não envia mensagens com solicitação de senhas, dados ou informações pessoais. Também não envia links ou pede confirmação de dispositivo ou acesso à conta por e-mail, SMS ou WhatsApp.


Se o aplicativo falso já foi baixado, a recomendação é desinstalá-lo imediatamente. No caso das pessoas que já forneceram seus dados pessoais, como telefone e email, é preciso aumentar a atenção, porque os golpistas podem utilizar essas informações para tentar roubar senhas de banco e extorquir dinheiro.

Leia Também

Consulta ao saque extraordinário

Além de poder consultar o FGTS pelo site da Caixa e pelo aplicativo, disponível para Android e iOS, o trabalhador também pode ir até uma agência da Caixa e descobrir seu saldo.

Se optar pelos meios digitais, o cliente terá que informar o número de identificação Social (NIS) (PIS/Pasep) ou CPF, clicar em “não sou um robô” e depois em “continuar”. No caso do aplicativo, especificamente, o CPF será pedido para acessar a ferramenta.

O aplicativo oficial da Caixa permite o acesso ao saldo, data disponível para saque e inclusão de informações cadastrais para a criação de conta poupança social digital, aberta automaticamente pela instituição em nome dos trabalhadores para liberação do benefício. Além disso, o trabalhador pode solicitar o retorno do valor creditado para a conta do FGTS e Informar que não deseja receber o dinheiro que, neste caso, continua na conta do FGTS.
Ler notícia completa

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários